10:32 16 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta terça-feira (4) que o Ministério da Economia deve "abrir as pernas" e aceitar a contratação de trabalhadores temporários através de agências de fiscalização que fazem o combate a ilícitos ambientais e a incêndios.

    A declaração de Mourão foi feita durante um comentário sobre a medida que autorizou a contratação de 1.659 profissionais pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), pelo prazo de seis meses, para auxiliar no combate aos incêndios florestais. As informações foram publicadas pelo jornal Folha de S.Paulo.

    "Isso aí a Economia tem que abrir as pernas um pouco nisso aí, porque a Economia ela tranca isso aí. Essa é a situação que a gente está vivendo, tudo isso é uma negociação", disse Mourão.

    Mourão afirmou que as vagas temporárias serão destinadas ao Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo).

    "É o pessoal do Prevfogo, é a turma que vai combater incêndio, os brigadistas. Tem vários cargos ali, tem gerente, supervisor, a grande maioria é a turma que vai para o campo mesmo ali para o combate", explicou.

    A contratação temporária de brigadistas ocorre em preparação ao período mais intenso das queimadas. No ano passado, foram abertas 1.481 vagas do tipo, segundo o Ibama.

    "Está saindo mais cedo. Ano passado acho que ela só saiu em agosto, se não me engano. Agora já está saindo, vamos esperar que tenha gente para vir no edital. Como tem muita gente desempregada, deve aparecer bastante gente", completou o vice-presidente.

    Hamilton Mourão chefia também o Conselho da Amazônia, que coordena ações de combate a ilícitos ambientais no bioma.

    Mais:

    COVID-19: França pode suspender uso obrigatório de máscaras a partir de junho, diz ministro
    CPI da pandemia: Pazuello teme prisão e abandono de Bolsonaro, diz jornal
    Defesa de Lula pede suspeição de procuradores de caso sobre caças suecos
    CPI da Covid: Mandetta revela bastidores sobre cloroquina e explica divergências com Bolsonaro
    Tags:
    queimadas, Amazônia, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA), incêndios florestais, incêndio florestal, incêndio, Antonio Hamilton Mourão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar