10:28 16 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi extubado no fim da tarde desta segunda-feira (3), após o sangramento do estômago ser estancado, mas ele permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

    Covas tinha sido internado no domingo (2) para fazer exames de imagens e acabou sendo detectado um sangramento causado por uma úlcera, acima do tumor original, na passagem do esôfago para o estômago.

    A equipe médica optou por transferi-lo para a UTI, segundo o médico David Uip, que compõe o corpo clínico de atenção ao prefeito. As informações foram publicadas pelo jornal Folha de S.Paulo.

    Após passar por procedimento endoscópico e ter o sangramento estancado, ele foi extubado, mas permanece na UTI para observação.

    ​Covas enfrenta novos focos de câncer e tem passado por sessões de imunoterapia e quimioterapia. Em função do tratamento, ele anunciou seu afastamento do cargo por 30 dias.

    Com isso, o vice-prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), assumiu a gestão da cidade nesta segunda-feira (3).

    O câncer de Bruno Covas foi descoberto em 2019 e originou-se cárdia, uma válvula no trato digestivo. Entre outubro de 2019 e fevereiro de 2021, Covas fez oito sessões de quimioterapia. As lesões cancerígenas regrediram, mas não desapareceram completamente.

    No dia 16 de abril, os médicos anunciaram que exames detectaram o surgimento de novos focos de câncer no fígado e ossos do prefeito.

    Mais:

    Dívida pública faz real despencar: 'Desvalorização está muito intensa', avalia economista
    Brasil: CCJ pauta impeachment de ministros do STF por crime de responsabilidade
    Por que o Brasil tem desemprego alto há 5 anos e o que fazer para reverter o quadro?
    Brasil registra 1.054 mortes por COVID-19 em 24 horas e total de óbitos sobe para 408.829
    Lewandowski decide que gestor público pode ser punido se atrasar 2ª dose de vacina contra a COVID-19
    Tags:
    Hospital Sírio Libanês, São Paulo, doença, hospital, UTI, tumor, internação, internado, câncer, Bruno Covas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar