06:22 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    Prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) decidiu se licenciar por 30 dias do cargo para dar continuidade ao tratamento que enfrenta contra um câncer no sistema digestivo.

    A licença foi confirmada pelo médico David Uip, que acompanha o tratamento do prefeito no hospital Sírio Libanês, no Centro de São Paulo, e relatada pelo portal G1.

    O prefeito foi internado neste domingo (2) para dar continuidade ao tratamento da doença. A decisão de se licenciar do cargo, segundo o médico, foi tomada pelo próprio Covas, em acordo com a equipe médica que acompanha seu caso.

    Com a decisão, o vice-prefeito da cidade, Ricardo Nunes (MDB), deve assumir a gestão da cidade assim que a Câmara Municipal paulista autorizar. O pedido de licenciamento do prefeito será enviado nesta segunda-feira (3) aos vereadores.

    Por meio de nota, a prefeitura de São Paulo afirmou que a licença acontece para que Bruno Covas possa ter "dedicação integral ao tratamento".

    "Desde que recebeu o diagnóstico da enfermidade, Covas adotou total transparência em respeito à população. Com o surgimento de novos focos, o prefeito de São Paulo precisará de dedicação integral ao tratamento e entende que não será compatível com as suas responsabilidades e compromisso com a cidade e os paulistanos", diz o comunicado.

    Mais:

    Justiça Federal em SP proíbe governo Bolsonaro de fazer campanha de 'kit COVID-19'
    Estado de SP tem queda de mortes por COVID-19 pela 1ª vez desde janeiro
    Variante brasileira corresponde a 90% dos casos de COVID-19 em SP, diz estudo
    Tags:
    Câmara Municipal de São Paulo, São Paulo, prefeitura, psdb, Bruno Covas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar