06:26 10 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Mundo enfrenta pandemia no fim de abril de 2021 (77)
    110
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (28), o Brasil registrou 3.019 novas mortes por COVID-19, chegando a um total de 398.343 óbitos causados pela doença.

    Conforme dados do consórcio dos veículos de imprensa, com base em informações das secretarias estaduais de Saúde, o Brasil chegou a uma média móvel de mortes diárias de 2.379 óbitos.

    A variação aponta recuo de 19% na média de mortes, o que mostra uma tendência de queda. Esse é 98º dia consecutivo com a média acima de 1.000 mortes e o 43º dia acima de 2.000.

    O país também registrou 77.266 novas infecções da doença, alcançando quase 14.523.807 casos confirmados. A média de casos chegou a 57.384, com queda de 15% e tendência de estabilidade.

    Fila para vacinação com uso do imunizante da AstraZeneca contra COVID-19 em Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Brasil, 21 de abril de 2021
    © REUTERS / Ricardo Moraes
    Fila para vacinação com uso do imunizante da AstraZeneca contra COVID-19 em Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Brasil, 21 de abril de 2021

    Um total de 11 unidades federativas registram tendência de estabilidade nas mortes: Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Pará, Alagoas, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.

    Apenas o estado do Acre apresenta tendência de alta nas mortes por COVID-19. Os demais estados estão com tendência de queda.

    O Brasil é um dos países mais impactados pela pandemia, com a segunda maior média de mortes atualmente, atrás apenas da Índia. Em números absolutos, o total de óbitos entre brasileiros fica atrás somente dos Estados Unidos, que somam quase 575 mil mortes, conforme dados da Universidade Johns Hopkins.

    Ritmo da vacinação no Brasil

    A vacinação contra a COVID-19 no Brasil chegou a um total de 30.740.811 pessoas que receberam pelo menos a primeira dose de um imunizante contra a doença. O número representa 14,52% da população do país. Já a segunda dose foi aplicada em 14.621.694 pessoas, o equivalente a 6,61% da população.

    Conforme dados do site Our World in Data, o Brasil é um dos países que mais doses da vacina aplicou, apesar de a vacinação no país seguir abaixo da expectativa. Nas estatísticas que mostram a vacinação proporcional à população, o Brasil está longe dos países que mais vacinaram.

    Tema:
    Mundo enfrenta pandemia no fim de abril de 2021 (77)

    Mais:

    Dia do Índio: data comemorativa é marcada pelo avanço da COVID-19 entre as tribos do Brasil
    Ministério da Saúde do Brasil: 2ª dose de vacina contra COVID-19 deve ser tomada mesmo fora do prazo
    Orçamento de 2022 não prevê efeitos da COVID-19 no Brasil: 'Há tempo de dimensionar', diz economista
    Tags:
    Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar