20:50 17 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Por
    Brasil afronta COVID-19 no fim de abril de 2021 (62)
    12726
    Nos siga no

    Na segunda-feira (26), a Anvisa rejeitou o pedido de importação da vacina russa Sputnik V, aprovada em 61 países. O veto não passou despercebido, e está dando o que falar.

    Por unanimidade, os diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do Brasil negaram pedidos de importação da vacina russa Sputnik V contra COVID-19, mesmo com estados, municípios e até o governo federal já tendo fechado acordos de compra do imunizante apontado como um dos mais eficazes contra o novo coronavírus.

    O "não" da Anvisa continua ecoando pela web, com muitos internautas insatisfeitos com a decisão e muitos outros dando suspiro de alívio pelo profissionalismo da agência reguladora do Brasil.

    "Até na testa."

    ​A "unanimidade".

    ​E se fosse agrotóxico?

    ​"Tá difícil engolir."

    ​Expressando "decepção e estranheza" à decisão da Anvisa, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), não vai desistir da vacina russa.

    ​O médico e advogado sanitarista Daniel Dourado lamentou a falta de condições de autorizar a vacina russa "no momento".

    ​E se mostrou esperançoso de que todos os dados necessários sejam apresentados para aprovação da Sputnik V.

    ​Considerando "terrível" a notícia sobre perfil de segurança da Sputnik V, o economista Thomas Conti se mostrou orgulhoso da Anvisa por ainda estar "de pé".

    ​"Está feliz agora, ministro [Lewandowski]?"

    ​Para o âncora Brunno Melo, a decisão da Anvisa de negar importação da Sputnik V foi "correta", pois "o lobby não pode ser maior do que a ciência".

    Tema:
    Brasil afronta COVID-19 no fim de abril de 2021 (62)

    Mais:

    Kremlin: se Anvisa precisa de mais dados da Sputnik V, nós os entregaremos
    RFPI vê razões políticas por trás da decisão da Anvisa sobre vacina russa Sputnik V
    Declaração da Anvisa sobre Sputnik V não tem nada a ver com realidade, diz fabricante da vacina
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, Sputnik V, Anvisa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar