16:08 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil afronta COVID-19 no fim de abril de 2021 (62)
    0 81
    Nos siga no

    O Brasil registrou 1.279 novas mortes pela COVID-19 e 31.044 novos casos da doença nesta segunda-feira (26). Com isso, o país chegou a 392.204 óbitos e a 14.370.456 de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

    De acordo com os dados coletados até as 20h, divulgados pelo consórcio de imprensa, a média móvel de mortes nos últimos sete dias é de 2.451. O valor da média representa uma queda de 20% em relação ao dado de 14 dias atrás.

    Já a média móvel de casos nos últimos sete dias foi de 56.106 novos diagnósticos por dia. O número representa uma variação de -21% em relação aos casos registrados em duas semanas.

    ​Os dados mostram que não há nenhum estado brasileiro com alta nas mortes causadas pela doença. Encontram-se em estabilidade: Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso do Sul, Acre, Pará, Rondônia, Roraima, Alagoas, Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Até a publicação desta reportagem, a Bahia ainda não tinha divulgados os dados desta segunda-feira (26).

    O balanço da vacinação contra a COVID-19 aponta que 29.554.723 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra o novo coronavírus. O número representa 13,96% da população brasileira.

    A segunda dose já foi aplicada em 13.127.599 pessoas (6,20% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal.

    Tema:
    Brasil afronta COVID-19 no fim de abril de 2021 (62)

    Mais:

    Presidente está em dúvida entre 2 nomes para vaga no STF, diz Flávio Bolsonaro
    Após promessa na Cúpula do Clima, Bolsonaro corta verba para o meio ambiente
    De olho no Senado, Mourão diz que Bolsonaro deve escolher outro candidato a vice para 2022
    Mercado volta a aumentar previsão de crescimento do PIB do Brasil em 2021
    Tags:
    imunizante, imunização, vacinação, vacina, doença, pandemia, novo coronavírus, casos confirmados, mortes, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar