20:33 14 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 90
    Nos siga no

    O sargento da Polícia Militar paulista Douglas Renê Witzel, irmão do governador afastado do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC), foi preso na manhã desta quinta-feira (22), em Jundiaí (SP).

    A detenção, realizada pela Corregedoria da Polícia Militar, ocorreu em meio a uma operação de combate à facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), conforme publicou o jornal Folha de S.Paulo.

    Inicialmente, o irmão do governador seria alvo de busca e apreensão por parte da Corregedoria, seguindo decisão do juiz Ronaldo João Roth, da 1ª auditoria do TJM (Tribunal de Justiça Militar), mas acabou sendo preso em flagrante.

    Isso porque, durante as buscas, os policiais encontraram na casa de Douglas um revólver calibre 38, municiado, com a numeração raspada, um simulacro de pistola, munição e dezenas de cartuchos deflagrados.

    ​Uma das suspeitas contra Douglas Witzel é que ele estaria informando criminosos ligados ao PCC sobre operações policiais.

    De acordo com o jornal, o irmão do governador afastado alegou que não tinha o conhecimento de que o revólver estava guardado em suas coisas. Ainda segundo ele, o armamento seria do seu sogro já falecido.

    Eleito ao governo do estado do Rio de Janeiro em 2018, Wilson Witzel está afastado do mandato desde agosto de 2020 e será julgado por crime de responsabilidade em pedido de impeachment no próximo dia 30 de abril.

    Mais:

    Governador do Rio de Janeiro veta projeto que autorizava compra de vacinas pelo estado
    Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, é diagnosticado com COVID-19 pela 2ª vez
    Justiça suspende medidas restritivas usadas para frear a COVID-19 no Rio de Janeiro
    Tags:
    prisão, polícia militar, PCC, operação, Rio de Janeiro, governador, Wilson Witzel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar