03:32 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Internado para se tratar contra o câncer, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), apresentou uma piora no quadro de saúde e foi diagnosticado com líquido nos pulmões e no abdômen.

    A informação foi divulgada à imprensa na tarde desta quarta-feira (21) pela equipe médica que assiste o prefeito.

    "Havia previsão de alta no início da semana, mas houve fato novo. Inflamação do tumor causou acúmulo de líquido no abdômen e nos pulmões entre as pleuras", disse o infectologista David Uip.

    Covas foi internado no Hospital Sírio-Libanês na última quinta-feira (15). Exames de controle constataram novos focos de tumores nos ossos e no fígado.

    A previsão inicial era de que o tucano recebesse alta ainda nesta semana. No entanto, o boletim médico mais recente, divulgado na tarde desta terça-feira (20), diz que "ainda não há previsão de alta hospitalar".

    "O surgimento da metástase nos ossos e novas lesões no fígado mostram piora e por isso a mudança da estratégia", disse Uip.

    Em São Paulo, o prefeito e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB) (à frente, à direita), fala ao lado do governador paulista, João Doria (PSDB) (à frente, à esquerda), em frente à zona eleitoral escola Vera Cruz, em 15 de novembro de 2020. Ambos usam máscara contra a COVID-19
    © Folhapress / AGIF / Ettore Chiereguini
    Em São Paulo, o prefeito e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB) (à frente, à direita), fala ao lado do governador paulista, João Doria (PSDB) (à frente, à esquerda), em frente à zona eleitoral escola Vera Cruz, em 15 de novembro de 2020. Ambos usam máscara contra a COVID-19

    O prefeito recebe auxílio na alimentação por sonda, para auxiliar no ganho de peso. Segundo a equipe médica, Covas segue despachando do hospital.

    Em mensagem escrita no Instagram, o prefeito agradeceu o apoio que tem recebido: "A luta continua e o trabalho não pode parar. O apoio e o carinho que recebo todos os dias me dão cada vez mais força. Seguirei como sempre: de cabeça erguida e cumprindo, junto com minha equipe, nossos compromissos com São Paulo".

    Em 2019, Covas descobriu um câncer na cárdia, região entre o esôfago e o estômago, com metástase no fígado e nos linfonodos. Após oito sessões de quimioterapia, o tumor regrediu. As sessões não foram suficientes, porém, para que Covas vencesse o câncer.

    Mais:

    São Paulo: homem armado rouba 98 doses da CoronaVac
    Variante brasileira do coronavírus atinge 64% dos casos de São Paulo
    São Paulo bate novo recorde de mortes e registra 1.193 óbitos por COVID-19 em 24 horas
    COVID-19: por que a crise em São Paulo é tão preocupante?
    São Paulo vai abrir 600 valas por dia para suprir demanda por enterros de vítimas da COVID-19
    Doria anuncia a compra de 30 milhões de doses da CoronaVac para São Paulo
    Tags:
    Hospital Sírio-Libanês, prefeito, internação, hospital, câncer, São Paulo, Bruno Covas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar