19:01 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    16522
    Nos siga no

    Em conversa com apoiadores nesta segunda-feira (19), o presidente da República Jair Bolsonaro criticou a possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vencer as eleições de 2022.

    Bolsonaro citou o placar de 8 a 3 a favor de Lula ao comentar a decisão do plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), que, na última quinta-feira (15), confirmou a decisão do ministro Edson Fachin sobre a anulação dos processos que envolvem o petista.

    Na prática, o julgamento referendou a elegibilidade de Lula para as eleições presidenciais do ano que vem.

    "Foi 8 a 3 o placar, né? Interpreta como você quiser, mas um povo que porventura vote em um cara desse é povo que merece sofrer", afirmou Bolsonaro.

    ​No início da conversa, o presidente também comentou com ironia a presença de Lula na capa da revista "Veja" da última sexta-feira (16).

    "Alguém viu a capa dessa semana [da Veja]? Tem lá o Lula, lindão", disse o presidente.

    A última edição do periódico estampou uma foto do petista na capa, com a seguinte manchete: "De volta ao jogo". A revista destacou que o ex-presidente "intensifica a movimentação política para sua candidatura à presidência" após a decisão do STF.

    Em outro momento, Bolsonaro ainda ressaltou sua preocupação com a possibilidade de o petista indicar dois nomes ao Supremo caso seja eleito.

    Isso porque, em 2023, Ricardo Lewandowski (em maio) e Rosa Weber (em outubro) completarão a idade máxima de 75 anos e abrirão duas vagas na corte.

    Em seu mandato, Bolsonaro já nomeou Kassio Nunes Marques para o lugar de Celso de Mello em 2020 e ainda indicará, em julho deste ano, o substituto de Marco Aurélio Mello.

    Mais:

    Às vésperas da Cúpula do Clima, Bolsonaro faz promessas 'mentirosas' aos EUA, diz especialista
    Em debate, Ciro, Haddad, Doria, Leite e Huck não poupam críticas a Bolsonaro
    CPI da COVID-19: após campanha nas redes, bolsonaristas acionam a Justiça contra Renan Calheiros
    Tags:
    Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Edson Fachin, Brasil, Supremo Tribunal Federal, eleições, presidente, Jair Bolsonaro, Luiz Inácio Lula da Silva
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar