16:14 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação da COVID-19 em meados de abril no Brasil (74)
    7417
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (14) que o Brasil está na iminência de uma "crise enorme" e que só aguarda uma "sinalização" do povo para agir, sem dar detalhes sobre quais seriam essas medidas.

    O presidente criticou as recentes decisões do Supremo Tribunal Federal e afirmou que dá tempo de evitar o "aumento da temperatura" no país.

    "O Brasil está no limite. O pessoal fala que eu devo tomar uma providência. Estou aguardando o povo dar uma sinalização porque a fome, a miséria e o desemprego estão aí, só não vê quem não quer ou quem não está na rua. Eu sempre estive na rua", afirmou.

    ​Bolsonaro deu a declaração a apoiadores no Palácio da Alvorada, em Brasília, após ler uma notícia do jornal Correio Braziliense sobre aumento da insegurança alimentar no Brasil.

    "O que eu falei em março do ano passado? Aquela política do 'fica em casa e a economia a gente vê depois'. Estão vendo. Quero saber se a imprensa agora vai culpar os verdadeiros responsáveis ou vai continuar apoiando a política do lockdown", disse.

    O presidente atribuiu os problemas econômicos do Brasil na pandemia aos governadores e prefeitos.

    "Amigos do Supremo Tribunal Federal, daqui a pouco vamos ter uma crise enorme aqui. Eu vi que um ministro despachou lá um processo para me julgar por genocídio. Olha, quem fechou tudo e está com a política na mão não sou eu. Agora, eu não quero aqui brigar com ninguém, mas estamos na iminência de ter um problema sério no Brasil", completou.
    Tema:
    Situação da COVID-19 em meados de abril no Brasil (74)

    Mais:

    Ministério da Saúde anuncia que receberá 2 milhões de doses a mais de vacinas Pfizer
    Consórcio de governos negocia 30 milhões de doses da Sputnik V para o DF e outros 6 estados
    Com época de seca à vista, especialistas veem 'tendência desastrosa' para a Amazônia em 2021
    Deputados bolsonaristas tentam articular CPI contra Doria na Alesp, diz jornal
    Tags:
    inflação, economia, novo coronavírus, lockdown, Supremo Tribunal Federal (STF), crise política, pandemia, Jair Bolsonaro, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar