17:57 14 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2021 (87)
    2139
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (7), o governador do estado de São Paulo, João Dória, anunciou o que chamou de o "maior programa social da história do estado de São Paulo".

    O governo de São Paulo promoveu uma entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (7) após o estado bater recorde de mortes ontem (6), com 1.389 novos óbitos causados pela COVID-19 em 24 horas.

    Ao lado do prefeito Bruno Covas, João Dória anunciou uma operação para abrir 600 valas individuais por dia nos 22 cemitérios municipais da capital. Um cemitério vertical também é estudado pelas autoridades locais.

    O governo de São Paulo aproveitou a ocasião para lançar um programa social chamado Bolsa do Povo. Os repasses podem chegar a R$ 500 por pessoa. Pais e mães de alunos também serão contratados para trabalharem em escolas públicas, disse o governador.

    ​O governador de São Paulo enviará o projeto para a Assembleia Legislativa ainda hoje (7). A meta é levar o auxílio para até 500 mil cidadãos e minimizar os efeitos da crise econômica, escreve o jornal O Estado de São Paulo.

    A estimativa total de gastos com assistência social com esse novo programa subiria para quase R$ 1 bilhão ainda neste ano (a previsão atual gira em torno de R$ 600 milhões). O projeto de lei com a proposta será enviado em regime de urgência. 

    Está prevista a contratação, em uma das frentes, de 20 mil pais e mães de alunos das escolas públicas para trabalhar, com remuneração de R$ 500,00 por mês, em jornadas de até quatro horas diárias, no sistema de ensino estadual.

    "O governo de São Paulo tem sua responsabilidade social em garantir, além da vacina no braço, a comida no prato. Vacinar sim, mas alimentar também", afirmou Doria. A previsão do governo paulista é estar com o Bolsa do Povo em pleno funcionamento a partir de junho.

    O governador de São Paulo, João Dória, esteve presente, nesta quinta-feira, 3, ao aeroporto de Guarulhos (SP), quando chegaram ao Brasil, 600 litros da vacina CoronaVac
    © Folhapress / Willian Moreira
    O governador de São Paulo, João Dória, esteve presente, nesta quinta-feira, 3, ao aeroporto de Guarulhos (SP), quando chegaram ao Brasil, 600 litros da vacina CoronaVac

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2021 (87)

    Mais:

    Avião com 1 milhão de doses do COVAX Facility aterrissa em São Paulo
    São Paulo anuncia vacinação de professores e policiais a partir de abril
    São Paulo: homem armado rouba 98 doses da CoronaVac
    Tags:
    COVID-19, PSDB, auxílio estatal, auxílio financeiro, assistência social, João Dória Jr, Brasil, São Paulo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar