03:17 21 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2021 (87)
    5716
    Nos siga no

    Em meio à pandemia de COVID-19 no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro gastou mais de R$ 2,3 milhões durante suas férias de final de ano, entre os dias 18 de dezembro de 2020 e 5 de janeiro.

    A quantia foi revelada pelo deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) a partir de informações da Secretaria-Geral da Presidência da República e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

    ​No final do ano, o presidente viajou para São Francisco do Sul, em Santa Catarina, voltou a Brasília para passar o Natal e foi para o Guarujá comemorar o Ano Novo.

    O GSI informou que os gastos com transporte aéreo foram estimados em US$ 185 mil (cerca de R$ 1,056 milhão em valores atuais), com base em tabelas do Comando da Aeronáutica.

    Já a Secretaria-Geral afirmou que as despesas durante as viagens foram de R$ 1.196.158,40. Neste valor, estão incluídos o custeio com hospedagem de Bolsonaro e sua equipe, alimentação, despesas aeroportuárias e combustível de veículos terrestres.

    Na soma das duas viagens, o custo com a equipe de segurança foi de R$ 202.538,21.

    Em resposta ao pedido do deputado, o GSI afirmou que as despesas estão dentro do Orçamento Anual previsto para a pasta e para a Aeronáutica.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2021 (87)

    Mais:

    Auxílio volta a ser pago em 6 de abril, mas Bolsonaro alerta: 'Não pode continuar por muito tempo'
    Enquanto ministro da Saúde defende distanciamento, Bolsonaro pede revisão de 'política de lockdown'
    Assessor de Bolsonaro recebe voto de censura do Senado por gesto supremacista
    Tags:
    Jair Bolsonaro, presidente, Secretaria-Geral da Presidência da República, Gabinete de Segurança Institucional (GSI), deputado, gastos, custos, viagens
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar