09:13 24 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    6546
    Nos siga no

    O ministro da Defesa do Brasil, Fernando Azevedo e Silva, anunciou que pediu para deixar o cargo nesta segunda-feira (29).

    Em nota oficial, Azevedo e Silva agradeceu ao presidente da República, Jair Bolsonaro, e disse sair do cargo com a "certeza da missão cumprida".

    O motivo para a saída do ministro e o novo nome a ocupar a pasta da Defesa ainda não foram revelados. 

    "Agradeço ao presidente da República, a quem dediquei total lealdade ao longo desses mais de dois anos, a oportunidade de ter servido ao país, como ministro de Estado da Defesa. Nesse período, preservei as Forças Armadas como instituições de Estado", diz a nota.

    ​"O meu reconhecimento e gratidão aos comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, e suas respectivas forças, que nunca mediram esforços para atender às necessidades e emergências da população brasileira", acrescentou. 

    De acordo com fontes do Ministério da Defesa, citadas pelo G1, a demissão de Fernando Azevedo e Silva teria sido um pedido do presidente Jair Bolsonaro

    Mais:

    Centrão quer dificultar ações de Bolsonaro na Câmara após revés em escolha de ministro, diz jornal
    Analista: Bolsonaro promoveu Lira a 'primeiro-ministro' e terá que dividir poder com centrão
    Centrão 'encurrala' Bolsonaro por queda de Araújo e já mira Salles, avaliam especialistas
    Tags:
    Jair Bolsonaro, governo, Ministério da Defesa, defesa, Fernando Azevedo e Silva, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar