15:35 21 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no final de março de 2021 no Brasil (116)
    0 31
    Nos siga no

    O Instituto Butantan liberou nesta segunda-feira (29) mais cinco milhões de doses da vacina CoronaVac contra a COVID-19 ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde. Essa é a maior remessa já entregue pelo instituto.

    Com o novo carregamento, o total de imunizantes disponibilizado pelo Butantan ao PNI chega a 32,8 milhões de doses desde 17 de janeiro. Até o fim de abril, o total de vacinas garantidas pelo instituto somará 46 milhões.

    Só no mês de março, já foram entregues 19,3 milhões de doses, mais do que o disponibilizado em janeiro e fevereiro. As informações foram publicadas pelo portal G1.

    O secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, disse que o Butantan vai receber um novo lote de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) entre os dias 6 e 8 de abril.

    "Acabamos de receber a confirmação da área técnica do Butantan de que do dia 6 a 8 de abril teremos mais três milhões de doses da vacina, que virão através do Insumo Farmacêutico Ativo", afirmou.

    Segundo o governo do estado de São Paulo, a previsão é de que o Butantan entregue outras 54 milhões de doses para vacinação até o dia 30 de agosto, totalizando 100 milhões de unidades.

    No último dia 4 de março, o Instituto Butantan recebeu uma remessa de 8,2 mil litros de IFA, suficientes para fabricar 14 milhões de doses da CoronaVac.

    O diretor do Butantan, Dimas Covas, disse que até abril o instituto deve receber seis mil litros de IFA. Com a nova carga do insumo, será possível produzir oito milhões de doses.

    Tema:
    COVID-19 no final de março de 2021 no Brasil (116)

    Mais:

    Cláudio Castro rebate críticas de Doria: 'Do Rio, cuido eu'
    Doria diz que vai ajudar a levar Bolsonaro a tribunais internacionais: 'Está promovendo genocídio'
    'Quadro dramático': Doria faz críticas a novo ministro da Saúde e diz que SP terá novas restrições
    Microbiologista: após humanos se vacinarem, SARS-CoV-2 infectará animais de fazenda e de estimação
    Lockdown é remédio amargo que salva vidas, diz chefe de Conselho de Saúde de Araraquara
    Tags:
    pandemia, Ministério da Saúde, imunização, São Paulo, vacinação, Vacina CoronaVac, vacina, Instituto Butantan, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar