19:28 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Por
    10182
    Nos siga no

    Pelo visto, as portas estão se fechando para Ernesto Araújo, e há rumores de que nomes já estão sendo buscados para substituição do chanceler do Brasil. Já no Twitter, Araújo está recebendo só elogios de bolsonaristas.

    Tudo indica que Ernesto Araújo saiu de visita ao Senado na quarta-feira (24) com uma bagagem de críticas pela sua conduta no enfrentamento à pandemia e de pedidos de renúncia da chefia do MRE brasileiro.

    Já na quinta-feira (25), foi a vez de tentar convencer a Câmara de que está fazendo um trabalho digno, mas a explicação não teria surtido resultado.

    Segundo o blog de Andréia Sadi, o governo já está buscando nomes para substituir Ernesto Araújo, estando o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, ciente de que a troca do ministro das Relações Exteriores "é prioridade para os parlamentares e para a boa relação com o Congresso".

    Engajados virtualmente, bolsonaristas não deixaram de criar hashtags para expressar apoio ao chefe da diplomacia do Brasil, que se encontra em maus lençóis até mesmo no governo.

    As hashtags #ErnestoAraujoFica e #NinguemMexeComErnesto estão ganhando força.

    ​União bolsonarista.

    ​A culpa é dos chineses?

    ​"Um estandarte que representa a liberdade em um mundo de 'prisioneiros'."

    ​Estão querendo a renúncia do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

    ​O choro.

    Mais:

    Além do spray nasal: visita de Ernesto Araújo a Israel revela estratégia da política brasileira
    Gilmar Mendes desmente Ernesto Araújo em rede social e acusa: 'Fake News!'
    Bolsonaristas se intitulam 'Exército do Brasil' e chamam galera para quartéis nos dias 14 e 15
    'É injusto que o Brasil seja visto como ameaça global', diz Ernesto Araújo sobre a COVID-19
    Tags:
    Ernesto Araújo, Ministério das Relações Exteriores, Jair Bolsonaro, renúncia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar