11:21 24 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    246
    Nos siga no

    O ex-ministro da Justiça e ex-juiz da Operação Lava Jato, Sérgio Moro, se pronunciou nesta quarta-feira (24) sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que declarou sua parcialidade na condenação do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) no caso do triplex do Guarujá.

    Em nota enviada à imprensa, o ex-juiz afirmou que tem "absoluta tranquilidade" sobre as decisões que tomou nos processos que condenaram Lula, destacando que a condenação foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

    De acordo com ex-juiz Sergio Moro, o "Brasil não pode retroceder e destruir o passado recente de combate à corrupção e à impunidade e pelo qual foi elogiado internacionalmente".

    ​"A preocupação deve ser com o presente e com o futuro para aprimorar os mecanismos de prevenção e combate à corrupção e com isto construir um país melhor e mais justo para todos", diz a nota.

    De acordo com o ex-ministro da Justiça, em todas as ações que atuou como juiz "os acusados foram tratados nos processos e julgamentos com o devido respeito, com imparcialidade e sem qualquer animosidade".

    "Apesar da decisão da segunda turma do STF, tenho absoluta tranquilidade em relação aos acertos das minhas decisões, todas fundamentadas, nos processos judiciais, inclusive quanto aqueles que tinham como acusado o ex-presidente", afirmou Moro.

    Na última terça-feira (23), os ministros do STF consideraram por três votos a dois que houve parcialidade nas decisões tomadas por Moro contra o ex-presidente Lula.

    Mais:

    Arthur Lira reage à decisão de Fachin: 'Lula pode até merecer; Moro, jamais!'
    Brasil: suspeição de Sergio Moro vira caso para Luiz Fux resolver
    STF: Nunes Marques pede vista e adia julgamento de suspeição de Moro
    Lula recorre de decisão que manteve seus bens bloqueados
    Bolsonaristas criam hashtag contra Lula e deixam escapar medo da volta do PT à Presidência do Brasil
    Tags:
    condenação de lula, condenação, STF, Luiz Inácio Lula da Silva, Lula, Sergio Moro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar