18:33 28 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no final de março de 2021 no Brasil (116)
    0 40
    Nos siga no

    O governo de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (24), que começará a vacinar policiais e professores da rede pública e privada a partir de 5 e 12 de abril, respectivamente.

    Segundo o governo, a expectativa é de imunizar 180 mil pessoas da área da Segurança e 350 mil da Educação.

    O governador do estado, João Doria (PSDB), detalhou que serão vacinados policiais militares, bombeiros e civis, a polícia científica, agentes de segurança e da escolta penitenciária e os efetivos de todas as guardas civis metropolitanas municipais.

    No final do ano passado, o governo paulista passou a considerar a educação como serviço essencial, permitindo que as escolas abrissem em fases mais restritivas da quarentena no estado. Porém, com o avanço da doença no país, as aulas presenciais voltaram a ser suspensas.

    São Paulo está na fase emergencial desde o dia 15 de março.

    Vacinação contra COVID-19 no bairro de Perus, zona norte de São Paulo em outubro de 2020
    Vacinação contra COVID-19 no bairro de Perus, zona norte de São Paulo em outubro de 2020

    Ao todo, o estado já aplicou ao menos uma dose em 3.676.306 de pessoas, o equivalente a 7,94% da população do estado.

    Desses, 1.244.832 (2,69% do total) já receberam também a segunda dose.

    Tema:
    COVID-19 no final de março de 2021 no Brasil (116)

    Mais:

    Com 5 vacinas na bagagem, Cuba pode assumir vanguarda na América Latina contra COVID-19
    Pesquisa mostra que 26% dos franceses gostariam de tomar vacina russa Sputnik V
    Rússia e EUA são os países produtores de vacina mais confiáveis, diz pesquisa
    Tags:
    imunização, vacinação, vacina, João Doria, pandemia, novo coronavírus, COVID-19, São Paulo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar