12:49 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no final de março de 2021 no Brasil (116)
    141
    Nos siga no

    O estado de São Paulo registrou 1.021 novas mortes provocadas pela COVID-19 nesta terça-feira (23), o número representa um recorde em 24 horas desde o início da pandemia do novo coronavírus.

    Os dados foram publicados no site da Secretaria da Saúde do estado e mostram que três paulistas morreram a cada quatro minutos.

    São Paulo registra agora 68.623 óbitos causados pelo novo coronavírus. No total, foram confirmados 2.332.043 casos da doença, dos quais 2.025.301 já estão recuperados.

    "Ontem [segunda-feira (22)] havia 29.039 pessoas internadas pela COVID-19, sendo 12.168 pacientes em leitos de Terapia Intensiva e 16.871 em enfermaria. As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 91,9% no estado e de 91,6% na Grande São Paulo", informou a secretaria.

    O recorde anterior era de 679 mortes em 24 horas no estado de São Paulo e havia sido registrado na semana passada.

    Os hospitais do estado estão enfrentando o pior período da pandemia. Mais de 135 pessoas com COVID-19 ou suspeita da doença morreram à espera de um leito de UTI até esta segunda-feira (22) em São Paulo, segundo levantamento publicado pelo portal G1.

    As cidades com maior registro de mortes na fila de espera por leito estão na Grande São Paulo, Taboão da Serra e Franco da Rocha, com 15 cada uma.

    São Paulo está, desde o dia 15 de março, na fase emergencial contra a COVID-19, a mais restritiva do plano de flexibilização econômica.

    Tema:
    COVID-19 no final de março de 2021 no Brasil (116)

    Mais:

    Brasil: militares terão reajuste e investimento maior que SUS no Orçamento de 2021
    Bolsonaro dá posse a Marcelo Queiroga como ministro da Saúde
    STF rejeita ação de Bolsonaro para derrubar decretos de governadores sobre medidas de isolamento
    Amazônia? Pazuello deve assumir programa de parcerias e concessões do governo, diz jornal
    Tags:
    Brasil, casos confirmados, mortes, São Paulo, doença, pandemia, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar