14:32 23 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    117
    Nos siga no

    O jornal Valor Econômico apurou que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, deve assumir nos próximos dias o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

    Após ser especulado em um possível ministério para proteger a floresta amazônica, o destino de Eduardo Pazuello pode ser, finalmente, o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

    O PPI é responsável por concessões e parcerias do governo federal com a iniciativa privada. Sua titular, Martha Seiller, é bem avaliada pelo mercado e deve deixar o governo, diz a publicação

    O jornal sustenta que a informação (sobre o futuro de Pazuello) é tida como confirmada no Planalto, com a ressalva de que o presidente Jair Bolsonaro pode mudar de ideia na última hora.

    A tendência é que a Secretaria Especial que comanda o PPI deixe o Ministério da Economia e retorne ao Palácio do Planalto. Uma possibilidade é que ela fique sob o guarda-chuva da Secretaria-Geral da Presidência da República, cujo titular é Onyx Lorenzoni.

    Há também a possibilidade de o órgão ficar diretamente ligado ao presidente Bolsonaro.

    Vale lembrar que Jair Bolsonaro esteve na semana passada no Ministério da Economia para participar de uma reunião do Conselho do PPI, que incluiu os Correios e a Eletrobras em seu programa de privatizações.

    Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, ao lado de Marcelo Queiroga, que o substituiu no cargo (16 de março de 2021)
    © Folhapress / Raul Spinassé
    Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, ao lado de Marcelo Queiroga, que o substituiu no cargo (16 de março de 2021)

    Mais:

    Após recorde de mortes, Pazuello fala que governo não é 'máquina de fabricar soluções' (VÍDEO)
    Pazuello pede para deixar chefia de ministério alegando motivos de saúde, diz jornal
    'Não estou doente' e Bolsonaro 'não pediu meu cargo', diz Pazuello
    Pazuello admite que Bolsonaro busca alguém para substituí-lo e anuncia acordo com Pfizer e Janssen
    Tags:
    SUS, Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, Eduardo Pazuello, Brasil, empresas estatais, privatização, concessões, Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Amazônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar