12:35 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)
    10146
    Nos siga no

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu, nesta quarta-feira (17), que Joe Biden convoque uma reunião de emergência do G20 para discutir a equidade na distribuição dos imunizantes.

    Lula também sugeriu que os Estados Unidos doem vacinas excedentes para o Brasil e outros países. A declaração foi dada em entrevista para a jornalista Christiane Amanpour, da CNN norte-americana.

    "Eu estou sabendo que os Estados Unidos tem vacinas e não vão usar todas essas vacinas. Essa vacina poderia ser, quem sabe, doada ao Brasil ou para outros países mais pobres que o Brasil e que não podem comprar", afirmou o ex-presidente.

    EXCLUSIVO: Ex-presidente Lula diz que está pedindo ao presidente Biden que convoque uma reunião do G20 para garantir a distribuição adequada da vacina em todo o mundo: "Vacina, vacina, vacina!" Ele acrescenta: "Eu não poderia pedir isso [para] Trump, mas Biden é um sopro de democracia no mundo".

    Lula ainda afirmou que não acredita no governo brasileiro e que não poderia recorrer da mesma forma ao ex-presidente dos EUA, Donald Trump.

    "É importante convocar o G20 urgente, é ímportante convocar os principais líderes do mundo e colocar na mesa um único tema: vacina, vacina e vacina. Estou pedindo para o Biden fazer isso porque eu não acredito no meu governo. Se fosse o Trump eu também não pediria porque também não acreditava nele", disse.
    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)

    Mais:

    Datafolha: 46% dos brasileiros querem impeachment de Jair Bolsonaro
    Biden promete vacina para todos até 1º de maio e churrasco em 4 de julho (VÍDEO)
    Há espaço para diálogo entre Biden e Bolsonaro em assuntos técnicos, afirma analista
    Relatório de EUA sobre 'interferência russa' visaria antecipar 'material comprometedor' contra Biden
    Tags:
    imunizante, imunização, vacinação, vacina, pandemia, novo coronavírus, Joe Biden, Luiz Inácio Lula da Silva, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar