03:46 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    8130
    Nos siga no

    Aeronave de combate da Força Aérea Brasileira (FAB) supera barreira do som em voo no interior de São Paulo.

    Após ter iniciado seus voos no dia 26 de fevereiro na cidade de Gavião Peixoto, no interior de São Paulo, o novo caça brasileiro, o Saab Gripen E, iniciou sua fase de testes em velocidade supersônica sobre os céus do interior paulista.

    A região abriga a fábrica da Embraer e o centro de desenvolvimento do Gripen brasileiro, em parceria com a fabricante do avião, a sueca Saab.

    Dos 36 modelos comprados por 39,3 bilhões de coroas suecas (R$ 25,8 bilhões se fossem pagas hoje) em 2014 pelo Brasil, 15 serão produzidos naquela unidade, escreve a Folha de São Paulo.

    Major aviador Cristiano de Oliveira Peres, piloto de provas da Força Aérea Brasileira (FAB), se prepara para realizar, na Suécia, primeiro voo de um piloto brasileiro no novo caça F-39 Gripen E
    ©Divulgação SAAB
    Major aviador Cristiano de Oliveira Peres, piloto de provas da Força Aérea Brasileira (FAB), se prepara para realizar, na Suécia, primeiro voo de um piloto brasileiro no novo caça F-39 Gripen E

    Produzido pela fabricante sueca Saab, o Gripen é considerado um bom avião de combate, fácil de pilotar, e sua compra pelas Forças Armadas é apontada como um ótimo custo-benefício, por ser mais barato do que alguns concorrentes e envolver transferência de tecnologia.

    Além disso, a aeronave pode operar sob quaisquer condições meteorológicas, podendo, segundo a Aeronáutica, percorrer mais de 4.000 quilômetros sem a necessidade de reabastecer.

    Os testes supersônicos são vitais para aferir os limites dos sistemas da aeronave. A Saab não revelou qual a velocidade máxima atingida até aqui. O avião pode ir até duas vezes a velocidade do som, cerca de 2.400 km/h.

    ​Quando a barreira é quebrada, pouco depois dos 1.200 km/h, um grande estrondo é ouvido. Para evitar incomodar moradores, os testes estão sendo feitos em uma região mais desabitada, a noroeste de Gavião Peixoto, a uma altitude de 5.000 metros.

    Por ora, os testes são conduzidos por um piloto sueco. Uma turma de pilotos da Embraer já voltou ao Brasil, tendo feito o primeiro voo solo com o Gripen em novembro. Além disso, desde janeiro militares da FAB estão em treinamento operacional na Suécia.

    Caça Gripen da Força Aérea Brasileira (FAB) importado da Suécia passa por testes de sistema e motor no aeroporto de Navegantes, em Santa Catarina
    © Folhapress / Lucio Rila/iShoot
    Caça Gripen da Força Aérea Brasileira (FAB) importado da Suécia passa por testes de sistema e motor no aeroporto de Navegantes, em Santa Catarina

    Mais:

    Caças Gripen vão reforçar frota em situação de 'penúria', alerta especialista
    Caça Gripen é 'batizado' e apresentado oficialmente em Brasília (FOTOS)
    Melhores fotos da semana em que 1º caça Gripen é batizado com champanhe no Dia do Aviador
    Tags:
    caça, Gripen E, Gripen, Brasil, voo, voos, sobrevoo, supersônico, jato supersônico, testes, Força Aérea
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar