08:15 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)
    438
    Nos siga no

    O médico Marcelo Queiroga foi anunciado como o novo ministro da Saúde nesta segunda-feira (15). É o quarto ministro a ocupar a pasta desde o começo da pandemia da COVID-19.

    O novo ministro afirmou, em entrevista à Globonews, que o presidente Jair Bolsonaro determinou um "amplo debate" com a comunidade média para buscar um "resultado melhor diante da pandemia.

    "O presidente determinou que se fizesse um amplo debate com a comunidade médica para que a gente harmonize mais as relações e tenhamos um resultado melhor diante da pandemia", afirmou Queiroga nesta segunda-feira (15).

    O ministro Marcelo Queiroga substituiu Eduardo Pazuello, que estava à frente do Ministério da Saúde desde maio de 2020. Antes de Pazuello, também passaram pela pasta Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. Ambos divergiram do presidente Jair Bolsonaro sobre a maneira de combater a pandemia da COVID-19.

    Marcelo Queiroga, que é presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, informou que se reunirá com Pazuello nesta terça-feira (16) de manhã, dando início a uma transição de "uma ou duas semanas".

    O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello
    © Folhapress / Pedro Ladeira
    O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

    O novo ministro da Saúde também declarou que o Sistema Único de Saúde (SUS) tem sido uma "grande ferramenta" no enfrentamento da pandemia.

    De acordo com ele, o objetivo da sua gestão que em 2021 seja garantida uma cobertura vacinal "mais ampla o possível".

    "[A troca de ministros] é apenas uma mudança no ministério para que as políticas que o presidente quer colocar em prática aconteçam com maior concretude", completou.

    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)

    Mais:

    Mourão sobre Ministério da Saúde: 'Difícil alguém consertar tudo'
    Butantan entrega ao Ministério da Saúde mais 3,3 milhões de doses da CoronaVac
    Brasil: após recusar Ministério da Saúde, médica revela ameaças e passa a usar carro blindado
    Não há ministro da Saúde que consiga trabalhar com sabotagem de Bolsonaro, diz governador do RS
    Médica Ludhmila Hajjar rejeita convite para assumir Ministério da Saúde: 'Não aceitei'
    Tags:
    Jair Bolsonaro, Bolsonaro, Eduardo Pazuello, Ministro da Saúde, Ministério da Saúde, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar