23:05 05 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)
    1145
    Nos siga no

    O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, criticou a atuação do governo federal na pandemia de COVID-19 e chamou de "sabotagem" a interferência do presidente Jair Bolsonaro no Ministério da Saúde.

    Leite participou de uma audiência da comissão temporária do Senado Federal que discute medidas de combate à COVID-19, nesta segunda-feira (15).

    "O que eu vi depois de três trocas de ministros que o presidente já fez é que o problema está nas orientações que o presidente dá. Não há ministro que consiga trabalhar com a sabotagem feita pelo próprio presidente da República às medidas necessárias para o combate ao coronavírus", afirmou.

    Segundo ele, dessa forma, é difícil exigir que o ministro da Saúde consiga contornar a situação de descontrole da pandemia no país.

    "Precisamos do presidente sensibilizado. Se não for para oferecer ajuda, que seja para parar de oferecer ataques, agressões e atrapalhar o processo de enfrentamento da pandemia", criticou.
    Ala de emergência no hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre (RS), lotado em função da pandemia do coronavírus
    © REUTERS / Diego Vara
    Ala de emergência no hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre (RS), lotado em função da pandemia do coronavírus

    Sobre a corrida mundial por vacinas, o tucano ressaltou que pesquisas, produção e distribuição de imunizantes nunca foram tão importante na história da humanidade como agora.

    "E tem a culpa do nosso governo, que colocou o Brasil no final da fila porque ficou negando durante muito tempo a importância das vacinas. Foi negacionista, criticou, atacou as vacinas", afirmou.
    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)

    Mais:

    Mourão sobre Ministério da Saúde: 'Difícil alguém consertar tudo'
    Bolsonaro e a incerteza no mercado: 'Condições de risco no Brasil são elevadas', diz economista
    Doria diz que vai ajudar a levar Bolsonaro a tribunais internacionais: 'Está promovendo genocídio'
    Tags:
    Ministro da Saúde, Ministério da Saúde, saúde, Jair Bolsonaro, Senado Federal, governadores, pandemia, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar