12:38 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)
    160
    Nos siga no

    O Instituto Butantan entregou nesta segunda-feira (15) mais 3,3 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde.

    O caminhão com o novo lote saiu do Butantan na manhã desta segunda-feira (15). O governador de São Paulo, João Doria, esteve presente na entrega do novo carregamento.

    De acordo com Doria, o Butantan entregará mais dois milhões de doses ao Ministério da Saúde na próxima quarta-feira (17), totalizando 5,3 milhões de vacinas entregues nesta semana.

    "Hoje é o dia mais importante em volume de entrega de vacinas do Butantan desde o início da entrega das vacinas na pandemia aqui no Brasil", afirmou o governador.

    Tendo adquirido inicialmente 46 milhões de doses da CoronaVac, o Ministério da Saúde expandiu a compra do imunizante em mais 54 milhões de injeções. Portanto, no total, o Butantan fornecerá 100 milhões de vacinas ao Ministério da Saúde.

    Além da vacina, o Butantan trabalha também no desenvolvimento de um soro anti-COVID-19. No início de março, o Instituto enviou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) uma solicitação para testar o soro em humanos.

    Os estudos clínicos pretendem avaliar a segurança e a eficácia do possível medicamento, que tem como objetivo amenizar os sintomas da COVID-19 nas pessoas. O soro não tem a capacidade de curar ou prevenir a doença.

    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)

    Mais:

    COVID-19: ministro da Saúde da Jordânia renuncia após mortes de pacientes por falta de oxigênio
    Brasil registra 1.127 mortos pela COVID-19 e óbitos chegam a 278.229
    Paraguai impõe novas restrições ligadas à pandemia da COVID-19
    COVID-19: após relatos de efeitos colaterais, Países Baixos interrompem uso da vacina AstraZeneca
    Tags:
    Instituto Butantan, João Doria, Brasil, São Paulo, vacinação, Vacina CoronaVac, vacina, COVID-19, pandemia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar