23:45 17 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 37
    Nos siga no

    A deputada Carla Zambelli (PSL) foi eleita nesta sexta-feira (12) presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados. Candidata única, Zambelli teve dez votos a favor e seis em branco.

    Ao assumir o cargo, a deputada afirmou que pretende dialogar com diversos setores, mas ressaltou que o seu trabalho será feito "em consonância" com a Comissão de Agricultura, presidida por Aline Sleutjes, também do PSL.

    ​A lista de projetos de lei de autoria da deputada federal Carla Zambelli é voltada para medidas combate à corrupção. Em relação ao meio ambiente, o mais próximo que ela chegou do tema foi na coautoria de um projeto que aumenta a pena para tráfico de animais.

    "Essa agenda do meio ambiente, que durante tantos anos não esteve em nossas discussões, e em 2019 foi uma das principais pautas, a gente pretende colocar isso em voga aqui. E trabalhando em consonância com a comissão de Agricultura, que é tão importante", discursou Zambelli nesta sexta-feira (12).

    Em 2019, ela disse que "nunca a Amazônia queimou tão pouco", durante um dos momentos mais graves de uma crise ambiental na floresta.

    A deputada ainda defendeu o Brasil como um dos mais avançados em legislação ambiental e disse que o país é responsável "por menos de 3% das emissões [no mundo]" de gás carbônico.

    Ela também citou a experiência brasileira com biocombustíveis e ressaltou a necessidade de investimento da agenda ambiental urbana. Em seguida, elogiou o programa de redução de lixões do governo federal.

    Por fim, Zambelli enfatizou que pretende "fortalecer as ações de combate e controle ao desmatamento ilegal". Além disso, indicou que dará espaço ao debate da regularização fundiária na Amazônia.

    Vista aérea de queimada na Amazônia, vista à partir da cidade de Porto Velho, capital de Rondônia
    © Folhapress / André Cran
    Vista aérea de queimada na Amazônia, vista à partir da cidade de Porto Velho, capital de Rondônia

    Apoio ao ministro Ricardo Salles

    Carla Zambelli foi uma das parlamentares que defenderam a manutenção de Ricardo Salles no Ministério do Meio Ambiente, justamente quando ele foi apontado como exonerado do governo, em meados de 2019.

    Sobre o aumento dos incêndios na Amazônia nos últimos anos, a deputada acusa ONGs e comunidades tradicionais pelos problemas ambientais na região.

    Em sua lógica, tais grupos articulam-se para "criminalizar um governo que é novo, e de direita". Tendo em vista seu recente cargo, é importante também recordar que ela votou a favor da MP da Grilagem, projeto criticado por ambientalistas.

    Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante sua visita a Washington, EUA, 20 de setembro de 2019 (foto de arquivo)
    © AP Photo / Jon Elswick
    Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante sua visita a Washington, EUA, 20 de setembro de 2019 (foto de arquivo)

    Mais:

    Mourão minimiza aumento do desmatamento da Amazônia: 'Podia ser pior ainda'
    No Fórum de Davos, Hamilton Mourão pede investimentos privados para proteção da Amazônia
    Hamilton Mourão confirma retirada de militares da Amazônia
    Tags:
    Carla Zambelli, PSL, Brasil, meio ambiente, Amazônia, Amazônia Legal, desmatamento, queimadas, Ministério da Agricultura do Brasil, Câmara dos Deputados
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar