15:31 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)
    2220
    Nos siga no

    O governador da Bahia, Rui Costa, determinou nesta quinta-feira (11) que a procuradoria-geral do estado e a secretaria da Saúde tomem medidas com urgência para que seja celebrado o contrato para adquirir a vacina russa Sputnik V.

    Rui Costa afirmou que a formalização junto à Anvisa do pedido de autorização para importação e aplicação da vacina russa na Bahia será feita com a "máxima brevidade".

    A Anvisa aprovou uma resolução para que os estados, municípios e o setor privado possam importar medicamentos e vacinas contra a COVID-19, incluindo aqueles que não tenham aprovação para uso no Brasil.

    "Com a sanção da lei que permite a compra de vacinas contra a COVID-19, determinei imediatamente à procuradoria-geral do estado e à secretaria estadual da Saúde que tomem todas as providências necessárias para agilizar, com absoluta prioridade e urgência, a celebração do contrato com o Fundo Soberano Russo [Fundo Russo de Investimentos Diretos] para aquisição da vacina Sputnik V", afirmou o governador.

    No último domingo (7), o governador da Bahia afirmou que o estado Bahia já estava com o contrato pronto para a compra da vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya (Centro Gamaleya), da Rússia.

    Instalações da fábrica da União Química, laboratório brasileiro que fechou acordo com o governo russo para produção da vacina contra a COVID-19 Sputnik V
    © Folhapress / Pedro Ladeira
    Instalações da fábrica da União Química, laboratório brasileiro que fechou acordo com o governo russo para produção da vacina contra a COVID-19 Sputnik V

    O acordo entre o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em inglês) e a secretaria de Saúde da Bahia prevê a aquisição de cerca de 500 mil doses da vacina Sputnik V até abril.

    O Ministério da Saúde informou no começo de março que prevê a chegada de 400 mil doses da Sputnik V ao Brasil até o fim deste mês.

    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)

    Mais:

    COVID-19: Itália pede que UE aprove uso da Sputnik V em breve
    Jordânia se torna 49º país a autorizar o uso da vacina Sputnik V contra a COVID-19
    'Me sinto 100%', afirma Nicolás Maduro após tomar 1ª dose da Sputnik V
    Presidente de Honduras confirma compra de 4,2 milhões de vacinas Sputnik V
    Tags:
    Brasil, Bahia, vacina, Sputnik V, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar