09:08 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil no início de março de 2021 (92)
    1101
    Nos siga no

    O Brasil voltou a quebrar o recorde negativo do maior número de mortes registradas em 24 horas pela COVID-19 nesta quarta-feira (10): foram 2.349 óbitos causados pela pandemia no último dia.

    Com a atualização, o país também superou o recorde na média móvel de mortes dos últimos sete dias. A marca chegou a 1.645 – o que representa uma variação de 43% em relação à média de 14 dias atrás.

    O país ultrapassou a marca dos 270 mil óbitos e a contagem agora está em 270.917. Em casos confirmados, são 80.955 novas infecções pelo novo coronavírus, totalizando 11.205.972 brasileiros que já tiveram ou têm diagnóstico positivo para o contágio.

    Todos os números são do consórcio de imprensa, que informou também o balanço da vacinação no Brasil. No total, 9.013.639 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a COVID-19, o que representa 4,26% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 3.166.189 pessoas, 1,50% da população do país.

    Homem da etnina indígena Hupda recebe dose da vacina contra o coronavírus de Oxford/AstraZeneca na aldeia Taracua Igarapé, no município de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas
    © REUTERS / Ueslei Marcelino
    Homem da etnina indígena Hupda recebe dose da vacina contra o coronavírus de Oxford/AstraZeneca na aldeia Taracua Igarapé, no município de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas

    Nesta quarta-feira (10), o presidente Jair Bolsonaro sancionou uma lei que facilita a compra de vacinas contra a COVID-19 prevendo a dispensa de licitação e regras mais flexíveis para a aquisição de insumos e serviços necessários para os imunizantes.

    Também nesta quarta-feira (10), o governador de São Paulo, João Doria, disse que uma pesquisa garante que a CoronaVac é eficaz contra as três variantes do coronavírus em circulação no Brasil: a britânica, a brasileira e a sul-africana. No entanto, não foram divulgados maiores detalhes do estudo.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil no início de março de 2021 (92)

    Mais:

    COVID-19: Paraguai tem risco de colapso e pede para população evitar aglomerações
    Medicamentos contra COVID-19: médico compara soro do Butantan com spray israelense
    Brasil registra 1.954 mortes em 24 horas por COVID-19 e país bate novo recorde
    Governadores propõem novo pacto de combate à COVID-19
    Tags:
    Vacina CoronaVac, vacina, pandemia, novo coronavírus, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar