03:43 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    103710
    Nos siga no

    Após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, de anular todas as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Lava Jato, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), reagiu nas redes sociais.

    Nesta segunda-feira (8), o ministro do STF, Edson Fachin, anulou todas as condenações de Lula na Lava Jato. A decisão, por ora, também beneficia o ex-juiz e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, cuja suspeição pode perder o objeto com a anulação dos processos.

    Em reação, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), que foi eleito para a liderança da Câmara com apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), foi às redes sociais e fez críticas a Moro, apontando que acredita que Moro deve ser julgado.

    Moro tornou-se inimigo político de Bolsonaro após deixar o cargo de ministro em abril de 2020, acusando o presidente de interferência na Polícia Federal para ajudar sua família.​ O ex-ministro e ex-juiz também acumula derrotas na Justiça desde que a chamada Vaza Jato revelou diálogos entre ele e procuradores da Lava Jato. Os diálogos vieram a público ainda em 2019 em uma série de reportagens do site The Intercept Brasil e mais tarde também por outros órgãos de imprensa.

    A decisão do ministro Edson Fachin vale para todos os processos que envolvem o petista na Lava Jato, os casos do tríplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e também das doações ao Instituto Lula. Dessa forma, Lula recuperou seus direitos políticos diante da Lei da Ficha Limpa e tornou-se novamente elegível.

    Após a anulação, os processos de Lula serão analisados pela Justiça Federal do Distrito Federal, que avaliará se os atos realizados nos três processos da Lava Jato podem ser validados e reaproveitados.

    Mais:

    Lula tem alta após ser internado com bactérias na corrente sanguínea
    'Precisamos atingir Lula na cabeça', diz procuradora da Lava Jato em conversa vazada
    Villas Bôas ironiza Fachin sobre tweet contra Lula: '3 anos depois'
    Tags:
    Lava Jato, Sergio Moro, Jair Bolsonaro, Arthur Lira, Luiz Inácio Lula da Silva
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar