11:08 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    131
    Nos siga no

    A Petrobras informou nesta segunda-feira (8) que o governo federal oficializou a indicação de seis nomes para as vagas no Conselho de Administração da estatal, depois que alguns conselheiros anunciaram na semana passada que não seguiriam em seus cargos.

    De acordo com a nota divulgada pela empresa, os seis indicados serão apresentados formalmente na próxima reunião do Conselho de Administração da empresa e a União ainda tem direito a apresentar outros dois nomes para o órgão.

    As vagas surgiram depois que quatro conselheiros anunciaram na última semana que não aceitariam ser reconduzidos a seus cargos por não concordarem com a mudança no comando da estatal promovida pelo presidente Jair Bolsonaro, que substituiu Roberto Castello Branco pelo general Joaquim Silva e Luna e declarou sua insatisfação com a política de preços da companhia.

    O general da reserva do Exército, inclusive, é um dos seis nomes indicados pela União, além de outros dois militares da reserva da Marinha: Eduardo Bacellar Leal Ferreira, o atual presidente do conselho que o governo sugeriu que seja reconduzido ao cargo, e Ruy Flaks Schneider, que também é engenheiro industrial mecânico e de produção formado pela PUC-Rio.

    Já entre as nomeações de profissionais técnicos estão Márcio Andrade Weber, engenheiro civil formado pela UFRGS, com especialização em engenharia de petróleo pela Petrobras, onde trabalhou por 16 anos; Murilo Marroquim de Souza, geólogo formado pela UFPE e com experiência de 47 anos no setor, e Sonia Julia Sulzbeck Villalobos, especialista em administração pública com mais de 30 anos de atuação no mercado de ações no Brasil.

    O Conselho de Administração da Petrobras é responsável pela definição e aprovação do plano estratégico de negócios, pela escolha da diretoria e pela fiscalização da gestão e das contas da estatal. O órgão é formado por 11 membros, sete deles indicados pelo governo federal, que é o acionista majoritário da companhia, enquanto outros três são nomeados pelos acionistas minoritários e um é escolhido pelos funcionários da empresa para representá-los.

    Mais:

    Arthur Lira diz que reação do mercado à troca na Petrobras é 'bolha histérica'
    O que a crise na Petrobras diz sobre a formação dos preços de combustíveis no Brasil?
    Petrobras anuncia 5º aumento do preço da gasolina no ano
    Tags:
    petróleo, economia, Brasil, Jair Bolsonaro, Petrobras
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar