11:54 16 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no final de fevereiro de 2021 (64)
    215
    Nos siga no

    O Ministério da Saúde admitiu que errou e trocou a quantidade de doses de vacinas contra a COVID-19 enviadas ao Amazonas e ao Amapá nesta quarta-feira (24).

    As remessas foram invertidas: o Amazonas deveria receber 78 mil doses, mas acabou recebendo apenas duas mil vacinas, que na verdade deveriam ter ido para Macapá. O estado do Amapá, ao contrário, recebeu um carregamento muito maior que o esperado.

    Em nota, a pasta afirmou que os lotes foram, de fato, trocados e que a correção será feita nesta quinta-feira (25).

    "O Ministério da Saúde informa que o Amazonas e o Amapá receberão, ainda esta madrugada, as quantidades de doses corretas reservadas aos estados nesta quinta etapa de distribuição de vacinas. O estado do Amazonas receberá 76 mil doses adicionais que haviam sido entregues ao Amapá, totalizando 78 mil vacinas. O Amapá, por sua vez, ficará com as duas mil", diz o comunicado do Ministério da Saúde, conforme publicado pelo G1.
    Vacinação contra a COVID-19 de servidores da rede estadual de saúde do Amazonas. Foto de 23 de janeiro de 2021.
    Vacinação contra a COVID-19 de servidores da rede estadual de saúde do Amazonas

    De acordo com o Ministério da Saúde, é recomendado, para esta nova entrega de vacinas, que a segunda dose da injeção "seja reservada para garantir que o esquema vacinal seja completado dentro desse período, evitando prejuízo nas ações de vacinação". 

    Nesta quarta-feira (24), o Brasil ultrapassou a marca de 250 mil óbitos causados pela COVID-19: são 250.079 pessoas mortas. Desde o início da pandemia, 10.326.008 pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus no país.

    Já o balanço da vacinação contra a COVID-19 aponta que 6.179.900 de pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra o novo coronavírus até esta quarta-feira (24). O número representa 2,92% da população brasileira.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no final de fevereiro de 2021 (64)

    Mais:

    Pazuello: Brasil terá 230,7 milhões de doses até julho e todos serão vacinados em 2021
    Coordenadora de imunização do AM desmente Pazuello sobre estratégia de vacinação: 'Não vai mudar'
    Ministério da Saúde assina contrato para a compra de mais 54 milhões de doses da CoronaVac
    Butantan: Ministério da Saúde ignorou, ainda em 2020, oferta de 160 milhões de doses da CoronaVac
    Tags:
    Amapá, Amazonas, vacina, pandemia, novo coronavírus, COVID-19, Brasil, Eduardo Pazuello, Ministério da Saúde
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar