04:37 04 Março 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    874
    Nos siga no

    Na terça-feira (23), a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber, determinou um prazo de cinco dias para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) apresente explicações acerca de seus decretos sobre armas.

    Bolsonaro editou, via quatro decretos, no dia 12 de fevereiro, um grupo de regras para o uso e a compra de armas de fogo, de forma a flexibilizar o acesso às armas no Brasil, uma das principais bandeiras do político.

    Ações dos partidos PSB, Rede, PT e PSOL questionam os decretos no STF e apontam que as mudanças violam direitos fundamentais como o direito à vida, à dignidade da pessoa humana e à segurança pública.

    Presidente Jair Bolsonaro faz gesto de arma durante cerimônia no Palácio do Planalto
    © Folhapress / Mateus Bonomi/Agif
    Presidente Jair Bolsonaro faz gesto de arma durante cerimônia no Palácio do Planalto

    A ministra Rosa Weber é a relatora das ações partidárias que questionam os decretos no Supremo e determinou que as matérias sejam levadas ao plenário do STF. Na decisão da terça-feira (23), Weber salienta que todos os decretos sobre armas feitos por Bolsonaro até agora foram questionados na Corte.

    Entre os efeitos da flexibilização que Bolsonaro propõe estão o aumento do número de armas que cada brasileiro pode possuir, além de que colecionadores, caçadores e atiradores teriam o acesso às armas facilitado.

    Mais:

    STF homologa acordo e Onyx terá que pagar R$ 189 mil por caixa 2
    STF permite estados e municípios comprarem vacina se governo não cumprir plano de imunização
    Bom ou ruim? Registro de armas de uso pessoal 'explode' no governo Bolsonaro
    Tags:
    STF, Jair Bolsonaro, Rosa Weber
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar