07:34 28 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 21
    Nos siga no

    O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), recebeu diagnóstico de um novo nódulo no fígado e precisou voltar ao tratamento por quimioterapia neste quarta-feira (17).

    A informação foi publicada através de um boletim médico do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde Covas faz tratamento.

    O prefeito foi internado no hospital nesta terça-feira (16) para realizar exames de controle relativos ao tratamento contra um câncer no trato digestivo.

    "Os exames de imagem realizados nesta quarta-feira [17] evidenciaram sucesso da radioterapia no controle dos linfonodos, próximos ao estômago. Foi detectado também o surgimento de um novo nódulo no fígado, cuja presença enseja ajuste no tratamento", diz o comunicado.

    Segundo o hospital, apesar do novo nódulo detectado, Covas está "clinicamente bem-disposto, alimentando-se bem e recuperando peso após período de radioterapia".

    Inicialmente estão prescritas quatro novas sessões de 48 horas da quimioterapia, com intervalos de 14 dias entre cada uma e novos exames de imagem para controle serão realizados ao final deste ciclo.

    "O prefeito iniciou a quimioterapia na tarde desta quarta-feira [17], e deverá ficar internado até sábado [20]", informou o hospital.

    Mais:

    Falta de vacinas e diálogo deflagra crise entre prefeitos e Pazuello
    Pazuello: Brasil terá 230,7 milhões de doses até julho e todos serão vacinados em 2021
    Brasil registra 1.195 mortes por COVID-19 em 24 horas e total de óbitos sobe para 242.178
    Tags:
    internação, internado, tratamento, doença, prefeito, Prefeitura de São Paulo, Hospital Sírio Libanês, quimioterapia, câncer, Bruno Covas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar