02:39 04 Março 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil contra coronavírus no início de fevereiro de 2021 (64)
    0 70
    Nos siga no

    A Procuradoria-Geral da República abriu na quarta-feira (3) apuração preliminar sobre a conduta do governo do presidente Jair Bolsonaro no enfrentamento à pandemia no Pará e em Manaus.

    A decisão é uma resposta a ação protocolada no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo PCdoB. A legenda pede que Bolsonaro e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sejam investigados e responsabilizados pelo agravamento da pandemia da COVID-19 em Manaus e em municípios paraenses, como Santarém.

    Segundo o PCdoB, as duas autoridades praticaram crime de prevaricação ao atuarem de forma  "descompromissada em relação às políticas de combate ao novo coronavírus no âmbito do Sistema Único de Saúde".

    O partido também acusa o governo federal de propagar a "utilização de medicamentos que não têm eficácia científica", em referência à cloroquina.

    Pazuello já é investigado no STF

    O sistema de saúde de Manaus entrou em colapso no início do ano com a alta de internações devido ao coronavírus. Diante da grande demanda, houve falta de oxigênio na capital e pacientes acabaram morrendo. Várias cidades do Pará também vivenciaram quadro semelhante. 

    "Caso, eventualmente, surjam indícios razoáveis de possíveis práticas delitivas por parte dos noticiados, será requerida a instauração de inquérito nesse Supremo Tribunal Federal", afirmou o procurador-geral da República, Augusto Aras, segundo publicado pelo portal G1, em resposta à petição aberta. 

    A medida da PGR se soma a outra ação em andamento no Supremo, na qual Pazuello é investigado por omissão no combate à COVID-19 no Amazonas. Há indícios de que o governo federal foi avisado sobre a falta de oxigênio no estado, mas não teria atuado para minimizar o problema.

    Tema:
    Brasil contra coronavírus no início de fevereiro de 2021 (64)

    Mais:

    Analista: Bolsonaro promoveu Lira a 'primeiro-ministro' e terá que dividir poder com centrão
    Tribunal manda PF investigar Coaf por relatório sobre advogado da família Bolsonaro, diz jornal
    Após vitória de Lira na Câmara, Bolsonaro promete editar decretos sobre armas
    Tags:
    Augusto Aras, PGR, STF, Pará, Manaus, pandemia, Ministério da Saúde, Jair Bolsonaro, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar