01:17 09 Março 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil contra coronavírus no início de fevereiro de 2021 (64)
    131
    Nos siga no

    A Justiça Federal do Amazonas determinou que o governo federal pague por mais dois meses auxílio emergencial de R$ 300 para moradores do estado. 

    O pagamento do benefício, concedido ao longo do ano passado em razão da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus, terminou em dezembro de 2020. 

    Segundo a Justiça, a bolsa deve ser fornecida em razão do novo surto da COVID-19 no Amazonas. Janeiro foi o pior mês da pandemia no estado. 

    No início do ano, Manaus sofreu com o colapso do sistema de saúde devido ao aumento do número de casos da doença. No interior do Amazonas, também houve alta de contágios e internações. 

    A decisão é do juiz federal Ricardo Augusto de Sales, que determinou multa diária de R$ 100.000 em caso de descumprimento. A medida foi uma resposta a um pedido da Defensoria Pública da União (DPU), ajuizado no dia 18 de janeiro.

    Inicialmente, o auxílio emergencial pago pelo governo era de R$ 600. Nos últimos meses de 2020, porém, o benefício foi cortado pela metade. 

    Isolamento e proteção social

    Embora muitos especialistas, políticos e organizações sociais tenham defendido a necessidade da prorrogação da bolsa em 2021, o governo afirmou que não pagará mais o benefício

    No caso do Amazonas, a Justiça deu prazo de até 15 dias para que o pagamento comece a ser efetuado, "desde que o beneficiário ainda atenda aos requisitos estabelecidos", segundo publicado pelo portal G1. 

    Segundo a Defensoria, além das medidas de restrição à circulação, reintroduzidas no estado, é indispensável dar uma proteção social para as camadas mais vulneráveis por meio do auxílio, para que a população possa "realizar o isolamento social, sem colocar em risco sua sobrevivência e de suas famílias".
    Tema:
    Brasil contra coronavírus no início de fevereiro de 2021 (64)

    Mais:

    Vacina, auxílio e regime fiscal vão determinar crescimento do Brasil em 2021, diz economista
    Extensão do auxílio não é motivo para 'toma lá dá cá' na eleição da Câmara, diz deputado
    Datafolha: 69% dos que receberam o auxílio emergencial não encontraram outra fonte de renda
    Tags:
    justiça, pandemia, COVID-19, Manaus, auxílio, Amazonas, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar