11:47 22 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    190
    Nos siga no

    Ex-vice-governador do Distrito Federal também é alvo na operação do Ministério Público, deflagrada na manhã desta quarta-feira (3). São cumpridos 20 mandados de busca e apreensão.

    O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) cumpre, nesta quarta-feira (3), mandados de busca e apreensão contra o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha e o ex-vice-governador do Distrito Federal Tadeu Filippelli, informa o portal G1.

    A ação visa um esquema de propina para baixar impostos em combustíveis da aviação em Brasília. O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MPDFT, com apoio da Polícia Civil, cumpre os mandados, além do DF, em: Espírito Santo, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo.

    Eduardo Cunha está preso preventivamente desde outubro de 2016. Em setembro, Cunha foi condenado a 15 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Em outubro, a Justiça do DF negou recurso e manteve processo contra ex-governador Agnelo Queiroz e o ex-vice-governador Tadeu Filippelli por fraudes em contratos para a construção do Estádio Nacional Mané Garrincha.

    Mais:

    MP: 'Preto de m****! Eu mato-te!', disse ex-militar português antes de assassinar ator africano
    Em colapso, Rondônia fraudou número de leitos para evitar medidas de isolamento, diz MP
    MP pede prisão do prefeito de Manaus após furadas de fila
    MP vê indícios de superfaturamento em compra de leite condensado pelo governo Bolsonaro, diz mídia
    Tags:
    Ministério Público, Brasília, Tadeu Filippelli, Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, propina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar