20:14 13 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil lidando contra COVID-19 no final de janeiro de 2021 (92)
    0 30
    Nos siga no

    O Brasil teve, nas últimas 24 horas, o terceiro dia com o maior número de mortes causadas pela COVID-19 desde o início da pandemia, em fevereiro de 2020.

    Foram 1.439 novas mortes causadas pela COVID-19, número que eleva o total de óbitos a 221.676. O número diário de mortes só foi maior em 29 de julho, quando morreram 1.554 pessoas, e em 4 de junho, que contabilizou 1.470 óbitos.

    Com a atualização, a média móvel de mortes nos últimos sete dias no Brasil também sobe. Atualmente, está em 1.064 – é a maior marca desde o dia 4 de agosto, quando chegou a 1.066. O aumento foi de 10% em comparação à média de 14 dias atrás, o que indica tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

    Em casos confirmados, o país contabilizou 60.301 novas infecções pela COVID-19. Desde o começo da pandemia 9.060.786 brasileiros já foram infectados. A média móvel de infecções nos últimos sete dias foi de 51.567. Como a variação foi de -5% na média móvel de novos casos, a tendência é de estabilidade nos diagnósticos.

    Os números são do consórcio de veículos de imprensa, que também passaram a divulgar o número de brasileiros vacinados. Só nesta quinta-feira (28), o levantamento aponta que 22 estados e o Distrito Federal vacinaram 1.509.826 pessoas. O consórcio informa que os estados do Amazonas, Goiás, Rondônia e Tocantins não divulgaram a tempo os números consolidados de vacinação nos respectivos territórios.

    Tema:
    Brasil lidando contra COVID-19 no final de janeiro de 2021 (92)

    Mais:

    COVID-19: com falta de médicos, Portugal cogita 'exportar' doentes, mas brasileiros poderiam ajudar
    Colômbia suspende voos do Brasil para barrar entrada de nova variante da COVID-19
    Revelada doença que quase triplica risco de morte por COVID-19
    Revelado mais um 'sintoma' da COVID-19, e é só abrir a boca para vê-lo (FOTO)
    Tags:
    vírus, vacina, saúde, Brasil, novo coronavírus, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar