05:08 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil lidando contra COVID-19 no final de janeiro de 2021 (92)
    0 51
    Nos siga no

    O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) pediu nesta quarta-feira (26) a prisão do prefeito de Manaus, David Almeida, e da secretária municipal de Saúde, Shadia Fraxe.

    Os pedidos são decorrentes da ação que denuncia o favorecimento de pessoas que teriam furado a fila do grupo prioritário da vacinação contra a COVID-19 na capital amazonense. O MP-AM pede também o afastamento de Almeida e Fraxe dos cargos públicos.

    Segundo a Rede Amazônica, que teve acesso ao documento com os pedidos de prisão, foram vacinados secretários e subsecretários municipais de Manaus, além de advogados, assessores e até um empresário e sua esposa.

    "Nenhum dos indivíduos citados integram a linha de frente do combate à COVID-19, ou são idosos prioritários, o que configura a prática da infração de peculato", diz o pedido de prisão.

    David Almeida se pronunciou por meio de um comunicado. O prefeito disse estar "profundamente indignado com a atuação ilegal e arbitrária" do MP-AM e informou que "ingressará com as medidas cabíveis contra os responsáveis".

    Moradores de Manaus durante enterro de parente vítima da COVID-19, no cemitério Parque Taruma, na capital do Amazonas, Manaus, Brasil, 17 de janeiro de 2021
    © REUTERS / Bruno Kelly
    Moradores de Manaus durante enterro de parente vítima da COVID-19, no cemitério Parque Taruma, na capital do Amazonas, Manaus, Brasil, 17 de janeiro de 2021

    Com altas taxas de ocupação em hospitais e falta de insumos básicos para o atendimento da população, como oxigênio, Manaus e todo o estado do Amazonas enfrentam um colapso da rede pública de saúde. Desde segunda-feira (25), o estado adotou regras mais duras nas restrições da circulação de pessoas para conter a pandemia. As regras são válidas até o fim de janeiro.

    Na última sexta-feira (22), o vice-presidente da República Hamilton Mourão disse que furar a fila da vacinação "denota uma falta de solidariedade, uma falta de, vamos dizer assim, até de caráter de pessoa que faz isso".

    Tema:
    Brasil lidando contra COVID-19 no final de janeiro de 2021 (92)

    Mais:

    Bolsonaro isenta governo federal de responsabilidade sobre crise no Amazonas
    Brasil confirma caso de reinfecção por cepa 'amazônica' do novo coronavírus
    Governadores combinam envio de doses extras de vacinas contra COVID-19 para o Amazonas
    Governo de São Paulo confirma 3 primeiros casos de COVID-19 com a variante do Amazonas
    Tags:
    Ministério Público do Amazonas (MP-AM), Brasil, prefeito, Prisão, Amazonas, novo coronavírus, Manaus, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar