01:24 07 Março 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil em meados de janeiro de 2021 (97)
    2401
    Nos siga no

    Nesta sexta-feira (15), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou que vai ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a compra direta de doses da vacina russa Sputnik V.

    O governador fez o anúncio através de suas redes sociais, afirmando que pretende comprar 50 milhões de doses da vacina.

    ​Costa também teceu críticas contra o governo do presidente brasileiro Jair Bolsonaro (sem partido), dizendo que "se eles não têm capacidade de fazer nada, melhor que peçam demissão ou renunciem".

    ​O governador baiano já havia anunciado que o estado terá mais de cinco mil salas preparadas para a vacinação e 50 mil profissionais de saúde à disposição para o esforço de imunização dos cidadãos. Segundo os dados do Ministério da Saúde, a Bahia acumula 523.068 casos do novo coronavírus e 9.543 mortes por COVID-19.

    A vacina russa Sputnik V é desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya e já foi aplicada em mais de um milhão de pessoas em diversos países. Nações vizinhas do Brasil como Paraguai, Bolívia, Argentina e Venezuela já aprovaram o uso do imunizante.

    A medida anunciada pelo governador baiano vem no dia seguinte ao decreto de toque de recolher e fechamento do comércio no estado do Amazonas, imposto pelo governador local Wilson Lima (PSC) após o colapso do sistema de saúde amazonense.

    Agente da Saúde se emociona durante colapso no sistema de saúde do estado do Amazonas, no hospital Getúlio Vargas, Manaus, 14 de janeiro de 2021
    © REUTERS / Bruno Kelly
    Agente da Saúde se emociona durante colapso no sistema de saúde do estado do Amazonas, no hospital Getúlio Vargas, Manaus, 14 de janeiro de 2021

    Ao longo da quinta-feira (14), as redes sociais se encheram de imagens de desespero de profissionais de saúde, pacientes e cidadãos do estado que pediam socorro após o esgotamento dos estoques hospitalares de oxigênio, insumo básico para o tratamento de pacientes infectados com o novo coronavírus.

    O Amazonas vive um pico de letalidade da COVID-19 após o período de festas e está transferindo pacientes para outros estados na tentativa de desafogar o sistema local de saúde.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil em meados de janeiro de 2021 (97)

    Mais:

    Venezuela firma acordo com a Rússia e vai produzir a Sputnik V
    'Governo está fazendo além do que pode', diz Mourão sobre colapso da saúde em Manaus
    Brasil confirma caso de reinfecção por cepa 'amazônica' do novo coronavírus
    Tags:
    Venezuela, Bolívia, Paraguai, Argentina, PSC, PT, COVID-19, Wilson Lima, Amazonas, Supremo Tribunal Federal (STF), Sputnik V, Rui Costa, Bahia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar