12:14 24 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil em meados de janeiro de 2021 (97)
    0 32
    Nos siga no

    Morreu na madrugada desta quarta-feira (13) o prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), aos 71 anos, após passar quase três meses internado na UTI por complicações da COVID-19.

    Eleito no segundo turno das eleições municipais de Goiânia com 52,6% dos votos válidos, Maguito estava licenciado desde a posse, que tomou por meio de assinatura eletrônica dentro da UTI. O vice-prefeito eleito Rogério Cruz, do partido Republicanos, é quem está exercendo a chefia do Executivo da capital de Goiás.

    O político foi diagnosticado com COVID-19 em 20 de outubro de 2020, ainda durante a campanha para o primeiro turno das eleições municipais, e foi internado com complicações da doença dois dias depois em um hospital de Goiânia.

    Contudo, seu estado de saúde piorou e Maguito foi transferido em 27 de outubro para a UTI do hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde foi intubado duas vezes e passou por cirurgia de traqueostomia. Segundo a sua assessoria, ele lutava contra uma infecção pulmonar diagnosticada na semana passada.

    "A família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal. Assim que tivermos mais informações repassaremos", diz o comunicado.

    Maguito teve uma longa carreira política, ocupando os cargos de vereador, deputado estadual e federal e vice-governador. O emedebista também foi governador de Goiás entre 1995 e 1998 e senador pelo estado de 1999 a 2007. Antes de concorrer para a eleição em Goiânia, Maguito foi prefeito por dois mandatos de Aparecida de Goiânia, na região Metropolitana da capital, entre 2009 e 2016.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil em meados de janeiro de 2021 (97)

    Mais:

    Hospital de campanha federal construído há 2 semanas segue fechado em Goiás
    COVID-19: ocupação de UTIs tem risco crítico no Rio e Goiás
    Governador de Goiás diz que governo federal vai requisitar vacinas contra COVID-19
    Tags:
    Brasil, COVID-19, prefeitos, Goiânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar