09:23 19 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil no início de janeiro de 2021 (57)
    040
    Nos siga no

    A prefeitura do Rio de Janeiro recebeu neste domingo (10) um lote com 10 mil testes para a COVID-19. O material será utilizado na testagem de casos na cidade, que deve começar nesta segunda-feira (11).

    A meta da prefeitura da cidade é examinar 450 mil pessoas com suspeita de infecção já esta semana, segundo publicação no portal G1. Nas últimas 24 horas, o estado do RJ confirmou 224 mortes, e 5.591 casos da doença.

    Os testes rápidos recebidos neste domingo (10) pelo município foram doados pela União Rio, grupo formado por empresários da cidade. De acordo com a prefeitura, os testes serão feitos nos centros municipais de saúde e nas Clínicas da Família. A Secretaria Municipal de Saúde tem como objetivo testar pacientes que estejam entre o primeiro e o sétimo dia dos sintomas.

    Os testes rápidos

    A prefeitura informou que uma das particularidades do teste entregue neste domingo (10) é a possibilidade de se obter um resultado ágil, em cerca de 15 minutos. Caso o teste apresente resultado positivo, a prefeitura garante que vai rastrear os contatos do paciente para impedir a disseminação do vírus.

    "Todo mundo na cidade do Rio de Janeiro vai poder usar um aplicativo, falar que está com sintomas, que tem febre, perda do olfato, tosse, ou algum outro sintoma sugestivo, e a equipe da Secretaria Municipal de Saúde vai entrar em contato, vai ligar, avaliar se essa pessoa de fato precisa fazer um teste", afirmou, em nota, a pasta de Saúde municipal.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil no início de janeiro de 2021 (57)

    Mais:

    Rio de Janeiro vai fechar Copacabana no Réveillon para evitar aglomerações
    Para evitar colapso, Rio de Janeiro ingressa com ação no STF para impedir bloqueio de R$ 7,4 bilhões
    Mãe do prefeito afastado Marcelo Crivella morre aos 85 anos no Rio de Janeiro
    Tags:
    Brasil, Rio de Janeiro, Prefeitura do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, testes, COVID-19, vacinação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar