00:08 16 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1211
    Nos siga no

    O presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, foi eleito pela revista britânica The Banker como o "banqueiro central" de 2020.

    De acordo com a revista, a premiação é destinada aos servidores que melhor conseguiram estimular o crescimento e estabilizar a economia do seu país. A publicação, a mais prestigiosa do mundo sobre o setor bancário, pertence ao mesmo grupo do jornal Financial Times, veículo especializado em cobertura econômica internacional.

    Para a revista, o Brasil teve em 2020 uma retração econômica menor que a inicialmente projetada. E muito desse cenário "mais esperançoso" se deve à atuação do Banco Central, de Roberto Campos Neto. A publicação cita a revisão da previsão do FMI (Fundo Monetário Internacional) em relação à queda do PIB do Brasil em 2020, que chegou a ser de 9,1% e caiu para 5,8%.

    "A instituição monetária [BC] respondeu à crise adotando medidas efetivas e sem precedentes para assegurar que a liquidez não secaria o sistema financeiro, além de tomar ações específicas para que empresas, em especial as pequenas, pudessem continuar operando", citou a publicação.

    Ainda de acordo com a The Banker, "a autoridade monetária brasileira foi bem-sucedida nas medidas de liquidez e nos programas de incentivo ao crédito que adotou, além de ter promovido sua agenda de reformas, como a introdução do PIX e os preparativos do open banking".

    ​Campos Neto agradeceu a gratificação. "Este prêmio é o resultado do trabalho de uma equipe inteira. Portanto, a revista The Banker está reconhecendo a competência e a dedicação dos servidores do Banco Central", disse.

    Manifestante diante da sede do Banco Central do Brasil em São Paulo
    © AP Photo / Andre Penner
    Manifestante diante da sede do Banco Central do Brasil em São Paulo

    Mais:

    Armínio Fraga, ex-presidente do BC, diz que não é momento de abrir economia no Brasil
    Autonomia do BC diminui interferência política e aumenta credibilidade da economia, dizem analistas
    Autonomia do BC é aprovada no Senado Federal
    Tags:
    setor bancário, bancários, Brasil, Banco Central, bancos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar