09:37 28 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil luta contra COVID-19 no final de dezembro (60)
    0 01
    Nos siga no

    O consórcio de veículos de imprensa divulgou nesta quarta-feira (30) o balanço mais recente da situação do novo coronavírus no Brasil.

    De acordo com a iniciativa, nas últimas 24 horas foram registradas 1.224 novas mortes pela COVID-19 no país, subindo o número total de óbitos para 193.940. Esse é o maior número de óbitos registrados em um só dia desde 20 de agosto. 

    O balanço também mostra que o Brasil agora registra 7.619.970 casos confirmados da doença, um aumento de 193.940 em relação ao que foi contabilizado na terça-feira (29).

    Agentes funerários preparam enterro de vítima da COVID-19, no Cemitério Vila Formosa, em São Paulo, 25 de dezembro de 2020
    © REUTERS / Amanda Perobelli
    Agentes funerários preparam enterro de vítima da COVID-19, no Cemitério Vila Formosa, em São Paulo, 25 de dezembro de 2020

    Até às 20 horas desta quarta-feira (30), a média de mortes nos últimos sete dias é de 668, o número representa um aumento de 5,5% em relação ao dia anterior. Atualmente a COVID-19 encontra-se em estado acelerado, depois de um breve intervalo de estabilidade, com alta de mortes desde o final de novembro.

    Já as informações contabilizadas pelo Ministério da Saúde, registradas até às 17h30 desta quarta-feira (30), apontam 55.649 novos casos de COVID-19 confirmados nas últimas 24 horas, com 1.194 novas mortes.

    De acordo com os dados da pasta federal, o país contabiliza 7.619.200 casos e 193.875 mortes pela doença. Há, ainda, ao menos 2.488 mortes em investigação.

    Tema:
    Brasil luta contra COVID-19 no final de dezembro (60)

    Mais:

    Casos de COVID-19 em Wuhan podem ter sido 10 vezes mais, diz estudo da China
    Colorado detecta 1º caso conhecido nos EUA de nova variante da COVID-19
    China pede a exportadores, incluindo o Brasil, para desinfetarem carne embalada da COVID-19
    Ucrânia receberá 1,8 milhão de doses de vacina contra COVID-19 da Sinovac
    Vacinação contra a COVID-19 na Itália não será obrigatória, diz premiê
    Tags:
    infecções graves, infectados, infecção, vacina, pandemia, novo coronavírus, mortes, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar