11:25 21 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    244
    Nos siga no

    O vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão (PRTB), comentou a prisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), nesta terça-feira (22).

    Em conversa com jornalistas, em Brasília, Mourão afirmou que a prisão de Crivella não "tem nada a ver" com o governo federal.  

    "Isso aí é questão policial, segue o baile, investigação e acabou. Para o governo não tem impacto nenhum. Tem nada a ver com a gente. Sem impacto, zero impacto", disse o vice-presidente, segundo o UOL.

    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) apoiou a candidatura de Marcelo Crivella nas eleições municipais do Rio de Janeiro. Perguntado sobre o assunto, Mourão mais uma vez rechaçou qualquer relação entre Crivella e o governo federal.

     "Isso aí, a gente apoia tanta candidatura aí. Não tem nada a ver", disse.

    O presidente Jair Bolsonaro ainda não fez nenhum comentário sobre a prisão de Marcelo Crivella.

    Prefeito Marcelo Crivella concede entrevista coletiva no Palácio da Cidade, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro, para apresentar a nova fase de flexibilização das medidas contra o novo coronavírus, chamada de Fase Conservadora
    © Folhapress / Daniel Resende/Enquadrar
    Prefeito Marcelo Crivella concede entrevista coletiva no Palácio da Cidade, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro, para apresentar a nova fase de flexibilização das medidas contra o novo coronavírus, chamada de "Fase Conservadora"

    ​Crivella concorreu à reeleição no Rio, mas foi derrotado no segundo turno por Eduardo Paes (DEM), que já iniciou o trabalho de transição na prefeitura

    Apesar do apoio a Crivella, o presidente Bolsonaro recebeu o prefeito eleito Eduardo Paes em Brasília, na semana passada, para tratar sobre projetos de infraestrutura no Rio e sobre a vacinação contra a COVID-19.

    Mais:

    Mourão diz que não se pode 'debitar' a Bolsonaro o mau resultado de aliados nas eleições
    Mourão minimiza aumento do desmatamento da Amazônia: 'Podia ser pior ainda'
    Brasil deve vacinar 150 milhões contra a COVID-19 até o fim de 2021, diz Mourão
    Mourão: Constituição é 'clara' em proibir reeleição na Câmara e Senado
    Tags:
    Brasília, vice-presidente, presidente, Marcelo Crivella, Brasil, Antonio Hamilton Mourão, General Mourão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar