13:34 22 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 171
    Nos siga no

    O Senado rejeitou nesta terça-feira (15) a indicação do embaixador Fabio Mendes Marzano para ocupar a posição de delegado permanente do Brasil nas Nações Unidas, em Genebra, na Suíça.

    A reprovação ocorreu por 37 votos contrários contra nove favoráveis à indicação. Marzano havia sido aprovado pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, em parecer do senador Fernando Collor de Mello (PROS-AL).

    Marzano optou por não responder ao questionamento da senadora Kátia Abreu (PP-TO) durante a sessão da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) na segunda-feira (14). As informações foram publicadas pela Agência Senado.

    Placar da votação no plenário do Senado que rejeitou a indicação do embaixador Fabio Mendes Marzano para ocupar a posição de delegado permanente do Brasil nas Nações Unidas, em Genebra, na Suíça.
    © Foto / Jefferson Rudy/Divulgação/Agência Senado
    Placar da votação no plenário do Senado que rejeitou a indicação do embaixador Fabio Mendes Marzano para ocupar a posição de delegado permanente do Brasil nas Nações Unidas, em Genebra, na Suíça.

    A senadora questionou o indicado sobre o Acordo Mercosul-União Europeia e as implicações da questão ambiental como obstáculo à celebração do tratado.

    "Não estaria mandatado para falar sobre esse tema, já que, tampouco, é uma atribuição da minha secretaria", disse Marzano.

    Esta é a primeira rejeição de um diplomata pelo plenário do Senado no atual governo.

    Mais:

    Bolsonaro revela que Queiroz pagava contas para ele: 'Era de confiança'
    Sem auxílio emergencial, Brasil começará 2021 pior do que termina 2020, diz economista
    'Não vou tomar a vacina e ponto final', afirma Bolsonaro (VÍDEO)
    STF decide que amantes não têm direito de receber pensão por morte
    Heleno diz ao STF que Abin não orientou defesa de Flávio Bolsonaro no 'caso das rachadinhas'
    Tags:
    Brasil, Genebra, ONU, Organização das Nações Unidas, embaixador, indicação, Senado
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar