15:28 16 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 e Brasil em meados de dezembro (59)
    142
    Nos siga no

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou nesta terça-feira (15) que está otimista em relação à retomada do crescimento econômico do Brasil para 2021.

    Ao participar de evento da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), o ministro defendeu a vacinação em massa contra a COVID-19 para "um retorno seguro ao trabalho".

    "Precisamos de vacina e vamos fazer a vacinação para a retomada do crescimento", afirmou Paulo Guedes. 

    A declaração do ministro acontece um dia após o presidente Jair Bolsonaro ter defendido a exigência de um termo de responsabilidade para as pessoas que quiserem ser vacinadas.

    ​De acordo com o ministro Paulo Guedes, o crescimento da economia brasileira pode chegar a 4% no próximo ano. Ele também prometeu que o país vai encerrar 2020 "perdendo zero empregos formais".

    "O país pode, seguramente, crescer 4% no ano que vem. Estamos otimistas e achamos que vamos enfrentar com a mesma resiliência do ano passado. Estamos preparados para o desafio", afirmou Guedes.

    A projeção oficial da equipe econômica do governo que a economia do país tenha um crescimento de 3,2% no PIB de 2021, após a retração de 4,5% neste ano.

    O ministro afirmou também que, em 2021, o grande desafio do país será retomar as reformas tributária e de privatizações, interrompidas por conta da pandemia da COVID-19.

    "Esperamos avançar nessas duas agendas que foram deixadas para trás", acrescentou o ministro da Economia.
    Tema:
    COVID-19 e Brasil em meados de dezembro (59)

    Mais:

    Fala de Bolsonaro sobre opção entre inflação ou desabastecimento não se sustenta, diz economista
    Demora da vacina é maior erro político de Bolsonaro e pode prejudicar reeleição em 2022, afirma Maia
    Banco do BRICS transferirá US$ 3 bilhões ao Brasil em até 3 meses, diz Paulo Guedes
    Guedes lista venda de 9 estatais em 2021, incluindo Correios e Eletrobras, diz jornal
    Tags:
    vacina, PIB, crescimento econômico, Ministério da Economia do Brasil, economia, COVID-19, Paulo Guedes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar