13:07 24 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 e Brasil em meados de dezembro (59)
    132
    Nos siga no

    O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta sexta-feira (11) que o Brasil ainda passa pela pandemia e que a imunização vai seguir um calendário nacional.

    Pazuello participou da inauguração oficial da Maternidade Célia Câmara, em Goiânia. As informações foram publicadas pelo portal G1.

    "A pandemia não acabou. Ela prossegue, vamos conviver com o coronavírus. Vamos chegar próximo a uma normalidade quando tivermos as vacinas, os antivirais que combatem efetivamente a doença", disse.

    A declaração de Pazuello ocorreu no dia seguinte do presidente Jair Bolsonaro afirmar que 'estamos vivendo um finalzinho de pandemia'.

    O ministro também aproveitou a ocasião para comentar que nenhum estado brasileiro terá vantagem na corrida pela vacina contra a COVID-19.

    "Nenhum estado da federação será tratado de forma diferente. Nenhum brasileiro terá vantagem sobre outros brasileiros", afirmou.

    O Brasil ainda não possui calendário nacional de vacinação e nenhum imunizante tem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

    "O que estamos vendo na Inglaterra é a autorização emergencial de uso para grupos restritos e com assinatura de responsabilidade individual. Essa mesma autorização emergencial foi assinada ontem nos EUA e será solicitada à Anvisa no Brasil", afirmou Pazuello.

    O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que a vacinação está prevista para ocorrer a partir de 25 de janeiro de 2021 no estado de São Paulo.

    Tema:
    COVID-19 e Brasil em meados de dezembro (59)

    Mais:

    OMS recomenda que agências nacionais estudem efeitos colaterais de vacinas contra COVID-19
    Casos de reinfecção por COVID-19 são raros e não devem ser levados como regra, diz virologista
    Inflação para famílias brasileiras de baixa renda chega a 4,56% em 2020, aponta Ipea
    Unicef: mais de 20 milhões de brasileiros deixaram de comer por falta de dinheiro durante a pandemia
    Abin não produziu relatórios para livrar Flávio Bolsonaro, diz GSI
    Tags:
    Anvisa, doença, pandemia, novo coronavírus, Ministério da Saúde, vacinação, vacina, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar