02:17 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil no início de dezembro (59)
    142
    Nos siga no

    O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, declarou nesta quinta-feira (3) que a vacina CoronaVac, produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, pode estar disponível para a população em janeiro de 2021.

    De acordo com ele, a vacina CoronaVac está "muito próxima de ser registrada". Covas também destacou que a vacinação será feita com ou sem financiamento do governo federal.

    "A vacina estará disponível e o registro na Anvisa, acredito eu, também estará disponível. Então, poderemos iniciar um programa em janeiro, acredito, de vacinação. E espero [que] com o apoio do Ministério [da Saúde], apesar de todas essas declarações que não citam nominalmente a vacina do Butantan", disse Dimas Covas, citado pelo G1.

    O governo federal divulgou na última terça-feira (1º) uma estratégia "preliminar" de vacinação para a população contra a COVID-19, dividindo o plano em quatro etapas. A vacina CoronaVac não foi citada no planejamento do Ministério da Saúde.

    ​"A nossa expectativa é a de que a vacina seja incorporada, inclusive atendendo ao que o próprio ministro fala, sem citar a vacina, de que a vacina que estiver disponível e registrada, será incorporada", acrescentou o diretor do Butantan.

    O governo de São Paulo recebeu nesta quinta-feira (3) um lote de 600 litros de insumos para a fabricação da CoronaVac, que possibilitará a produção de até um milhão de doses da vacina, que está na fase final de testes.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil no início de dezembro (59)

    Mais:

    Plano de imunização só ficará pronto quando Anvisa registrar vacina, diz Ministério da Saúde
    Brasil começa a receber vacina de Oxford em janeiro, informou o ministro da Saúde
    Reino Unido se torna 1º país a autorizar uso da vacina da Pfizer/BioNTech contra COVID-19
    Três ex-presidentes dos EUA querem dar exemplo e receber vacina contra COVID-19 em público
    Tags:
    COVID-19, Vacina CoronaVac, novo coronavírus, Instituto Butantan, pandemia, João Doria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar