17:38 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil no início de dezembro (59)
    0 20
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (1º), o Brasil registrou mais 652 mortes por COVID-19, chegando a um total de 173.862 óbitos pelo novo coronavírus.

    Conforme os dados publicados pelo consórcio de veículos de imprensa, com dados das secretarias estaduais de saúde, a média móvel diária de mortes no país chegou a 526, uma variação negativa de 10% em relação às últimas duas semanas. Com isso, a média de mortes manteve tendência de estabilidade.

    A terça-feira (1º) também teve 52.248 casos registrados e com isso o total de casos no Brasil chegou a 6.388.526. A média móvel chegou a 38.154 casos diários, uma variação positiva de 35%, apontando tendência de alta no registro de casos no país. A média móvel de casos desta terça-feira (1º) é a mais alta desde o dia 6 de setembro.

    Família visita túmulo de ente querido falecido em decorrência da COVID-19, no cemitério da Penitência, no Rio de Janeiro, Brasil, 20 de setembro de 2020
    © AP Photo / Silvia Izquierdo
    Família visita túmulo de ente querido falecido em decorrência da COVID-19, no cemitério da Penitência, no Rio de Janeiro, Brasil, 20 de setembro de 2020

    Os estados de Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo, Acre, Roraima, Rondônia, Ceará e Sergipe registram tendência de alta na média móvel de mortes por COVID-19.

    Rio Grande do Sul, Amazonas, Amapá, Pará, Bahia, Maranhão, Paraíba e Pernambuco registram estabilidade na tendência da média móvel de óbitos.

    Já Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Alagoas, Piauí e Rio Grande do Norte registram tendência de queda na média de mortes.

    Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, o Brasil é o segundo país com mais mortes por COVID-19, atrás apenas dos Estados Unidos, que têm mais de 270 mil mortes pela doença e cerca de 13,7 milhões de casos registrados.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil no início de dezembro (59)

    Mais:

    Secretário-executivo da Saúde fala em 'pequeno aumento' de casos de COVID-19 no Brasil
    Plano de vacinação para a COVID-19 no Brasil? Para especialista, ainda é cedo demais
    Número de desempregados no Brasil cresceu 35,9% em 6 meses de pandemia da COVID-19
    Tags:
    COVID-19, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar