00:18 22 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil combatendo coronavírus no fim de novembro (45)
    0 11
    Nos siga no

    Goiás e Rondônia não tiveram atualizações porque suas secretarias relataram problemas de acesso ao sistema de registros do Ministério da Saúde.

    O Brasil chegou a 171.998 mortos por COVID-19 nesta sexta-feira (27) de acordo com as secretarias estaduais de Saúde, informou o site G1.

    Nas últimas 24 horas, houve 501 mortes. A média móvel de óbitos no país nos últimos sete dias foi de 477, variação de menos 2% em comparação à média de 14 dias atrás. 

    Desde o começo da pandemia 6.238.076 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus com 33.506 casos confirmados no último dia. A média móvel em sete dias foi de 31.496 diagnósticos diários. Isso representa uma variação de mais 13% em relação aos casos registrados em duas semanas.

    Oito estados apresentaram alta na média móvel de mortes: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Acre, Amazonas, Ceará e Sergipe.

    Sete estão em estabilidade: Minas Gerais, São Paulo, Pará, Bahia, Maranhão, Paraíba e Pernambuco.

    Nove estados e o Distrito Federal tiveram queda: Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Amapá, Roraima, Tocantins, Alagoas, Piauí e Rio Grande do Norte.

    A maior alta foi na Bahia, 84%. A maior queda, no Mato Grosso, 69%.

    Os estados de Goiás e Rondônia não tiveram atualizações nas últimas 24 horas porque suas secretarias relataram problemas para acessar o sistema de registros do Ministério da Saúde.

    Também vale observar que há estados em que o baixo número médio de mortes pode levar a grandes variações percentuais.

    Em Sergipe, por exemplo, a média móvel estava em três e permaneceu em três após duas semanas, resultando em variação de alta de 22%. Já em Santa Catarina, que tem a maior tendência de alta entre os estados (117%), a média variou de 15 para 33 em duas semanas.

    Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

    Tema:
    Brasil combatendo coronavírus no fim de novembro (45)

    Mais:

    COVID-19: Salvador suspende carnaval de 2021 e ACM Neto diz que 'depende da vacina'
    OMS: 'Apenas 4 países são responsáveis por 70% dos casos e mortes por COVID-19'
    Boulos testa positivo para COVID-19, e debate na TV Globo é cancelado
    Tags:
    COVID-19, Ministério da Saúde, pandemia, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar