16:58 22 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil combatendo coronavírus no fim de novembro (45)
    0 10
    Nos siga no

    O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, foi diagnosticado com COVID-19 nesta terça-feira (24).

    André Mendonça é o 13º ministro do governo de Jair Bolsonaro a testar positivo para o novo coronavírus. As informações foram publicadas pelo portal G1.

    "[Mendonça] está bem e permanecerá em isolamento em casa nas próximas semanas", informou a assessoria do ministério.

    Em setembro, o ministro da Justiça chegou a ser internado durante uma madrugada para exames após sentir um mal-estar. Ele foi diagnosticado na época com "miocardite aguda, inflamação do músculo do coração desencadeada, na maioria das vezes, por um processo viral".

    O anúncio da infecção de Mendonça pelo novo coronavírus ocorre no momento em que o Brasil vê o aumento do número de casos da doença.

    Um monitoramento do centro de controle de epidemias do Imperial College de Londres, no Reino Unido, divulgado nesta terça-feira (24) mostrou que a taxa de transmissão do novo coronavírus no Brasil nesta semana é a maior desde maio.

    O ritmo de contágio do novo coronavírus no Brasil passou 1,10 no dia 16 de novembro para 1,30 no balanço atual. Isso significa que cada 100 pessoas contaminadas transmitem o vírus para outras 130.

    Tema:
    Brasil combatendo coronavírus no fim de novembro (45)

    Mais:

    Alemanha eleva crescimento do PIB no 3º trimestre apesar da pandemia da COVID-19
    Sputnik V: vacina russa contra COVID-19 será 2 vezes mais barata do que concorrentes
    Setor têxtil do Brasil está preparado se houver 2ª onda da COVID-19, mas alerta para auxílio
    Essa doença aumentaria risco de forma grave da COVID-19 em 5 vezes
    Casos da COVID-19 nos Estados Unidos podem praticamente dobrar em menos de 2 meses
    Tags:
    infectados, infecção, novo coronavírus, pandemia, Ministério da Justiça, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar